ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

AGRICENTER

AGRICENTER

VIP

VIP

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

sábado, 31 de maio de 2014

CAÇA HOMICIDA É RELANÇADA NO 4º BPM‏



A eficiência operacional do 4º BPM, com sede em Caruaru, se reflete em números, pois é a unidade da PMPE que responde pelos melhores resultados estatísticos de prisão, apreensão de armas e drogas. E um dos destaques desse rendimento é a equipe especializada denominada Caça Homicida, que retornou ao nome de batismo nesta sexta-feira(30), depois de passar certo tempo com o nome de Grupo Operacional de Prevenção a Homicídios(GOPH).
  O sargento Álvaro comanda a equipe

 Os integrantes da equipe foram selecionados através do perfil operacional que apresentam, sendo capacitados recentemente em estágio de Progressão em Área de Risco, realizado no próprio 4º BPM. Os PMs da equipe serão caracterizados com camisa e boné na cor preta, além de um braçal com a referência ao grupo especializado. Subordinado à 2ª companhia do Batalhão, cujo comandante é o capitão Edmilson Silva, a equipe tem à frente o sargento Álvaro.

A missão atual da equipe é dar vazão a demanda de informações que chegam do Disque Denúncia Agreste e também do Núcleo de Inteligência do Agreste (NIA), visando um combate ao crime com melhor direcionamento.


Criada em outubro de 2010, com o objetivo de focar o combate aos crimes contra a vida, sem no entanto esquecer dos demais delitos que possam comprometer as metas do Pacto pela Vida, programa do governo do Estado que vem reduzindo os homicídios em Pernambuco. A primeira equipe foi formada pelos soldados Cardoso, João Santana e Luiz Marques, sendo assim "a pioneira".  E para melhor caracterizar o grupo foi criado o braçal em março de 2011. Pouco mais de um ano depois, abril de 2012, foi criada a versão da CH sobre duas rodas, dando uma nova dinâmica ao serviço graças a mobilidade das motocicletas.

CAÇA HOMICIDA E NIA PRENDEM TRAFICANTE COM QUASE 100 PEDRAS DE CRACK, EM CARUARU.








Soldados Janailson, Antonio Santana, Trajano e Severino Silva.

Com levantamento realizado pelo Cabo do NIA (Núcleo de Inteligência do Agreste), os soldados Janailson e Severino Silva da Caça Homicida-01 e Antonio Santana e Trajano da Caça Homicida-02, prenderam no final da manhã deste sábado (31), Erivonaldo Francisco da Silva, vulgo “Peixe” de 19 anos, que mora na rua Irmã Dulce, no bairro Salgado e encontraram com o mesmo, 93 pedras de crack, uma balança de precisão e a importância de R$ 460, em espécie.

O acusado que já foi preso com droga e portando armas, estava bebendo com amigos em casa e foi surpreendido com a chegada do policiamento. Ele disse que estava vendendo drogas há alguns meses e vendia o entorpecente no Salgado.


Apresentado no plantão da Delegacia Regional, “Peixe” foi autuado em flagrante e será encaminhado ao presídio de Caruaru.

ELEMENTO É PRESO TENTANDO FURTAR DOIS QUILOS DE CHARQUE DE SUPERMERCADO, NO BOA VISTA 1.


Os soldados Pedrosa e J. Neto da ROCAM, estavam a serviço da Patrulha do Bairro Divinópolis e na tarde deste sábado (31), foram acionados pelos funcionários de um supermercado, na Avenida Caruaru, Boa Vista 1. Pois o serviços gerais, Gilberto Francisco Xavier, de 48 anos, que mora na rua Belém do São Francisco, no bairro Boa Vista1, estava tentando furtar dois quilos de charque do estabelecimento.

O imputado, que estava muito embriagado, colocou a mercadoria dentro da calça e tentava sair do mercado, mas foi flagrado pelos funcionários do estabelecimento que o dominaram até a chegada do policiamento.


O ladrão foi entregue no plantão da Delegacia Regional, onde será autuado em flagrante e poderá ser encaminhado ao presídio.

ROCAM APREENDE QUATRO MENORES COM REVÓLVER, NO JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA.




No final da manhã deste sábado (31), o Sargento Maciel e os soldados Figueiredo e Fidelis da ROCAM, estavam realizando patrulhamento no bairro José Carlos de Oliveira e ao passarem pela rua da Metralha, no loteamento Andorinha, se depararam com 4 menores, sendo um de 14 anos, dois de 15 e um de 16 anos, em atitude suspeita e ao abordarem os mesmos, encontraram um revólver calibre 32 com 2 munições intactas e ao indagarem os adolescentes, eles disseram que estavam tentando praticar assaltos no bairro.


Os infratores foram apresentados no plantão da Delegacia Regional, para os procedimentos de praxe.

MENOR DE 14 ANOS TENTA MATAR O PADRASTO NO SÃO FRANCISCO.







Um adolescente de 14 anos foi apreendido na manhã desta sexta-feira (3), após tentar matar o pai a facadas nas encostas do Monte Bom Jesus, no bairro São Francisco. A vítima conseguiu segurar o menor, ele acionou a Polícia Militar e a Central de Rádio do 4º BPM acionou os soldados Adriano e Barreto da ROCAM, que estavam a serviço da Patrulha do Bairro Centro, que foram ao local e apreenderam o adolescente e localizaram a faca de serra, usada por ele.


O infrator foi apresentado no plantão da Delegacia Regional, para as providências cabíveis.

EQUIPE MALHAS DA LEI CUMPRE MANDADO DE PRISÃO EM CARUARU.




Soldados Jair e Manuela e Cabo Erivaldo.
A equipe Malhas da Lei,composta pelo Cabo Erivaldo e soldados Jair, Manuela e Teotônio, cumpriu mais um mandado de prisão nesta sexta-feira (29), em desfavor do senhor. Zacarias Brasiliano Figueiroa Filho, de 46 anos, que responde por homicídio no estado de São Paulo.

O mesmo informou que no ano de 1998, bebia com um companheiro de trabalho que era acostumado a se exaltar quando bebia e se estranhou com o acusado que por estar armado com um revólver, a vítima sabia e tentou tomar sua arma e para se proteger, o acusado entrou em luta corporal e efetuou disparos contra a vítima que morreu no local.


O acusado foi recolhido ao presídio de Caruaru.

ROCAM PRENDE SUSPEITO DE TENTATIVA DE LATROCÍNIO EM BELO JARDIM.




O investigado, João Joaquim da Silva Filho, vulgo João Gozada, de 31 anos, residente na rua 08 da COHAB II, Belo Jardim, é suspeito de ter praticado uma tentativa de latrocínio na cidade, na qual as vitimas receberam, um telefonema anônimo, informando que o autor teria sido o  João Gozada, por sinal bastante conhecido pelo policiamento por praticas delituosa. 

A equipe RC15002 da ROCAM, destacada na 2ª CPM de São Bento do Una, juntamente com o graduado de Operações do 15º BPM , munidos destas informações se dirigiram até a residência do imputado, o mesmo não esboçou qualquer reação, se apresentou para o policiamento e na abordagem os PM´s  conseguiram apreender uma espingarda calibre 12 de fabricação industrial com 6(seis) munições do mesmo calibre, e duas tocas ninjas.


Já se referindo ao assalto que teria acontecido na noite anterior, os policiais levaram o acusado  até as vítimas para o reconhecimento, e categoricamente não foi reconhecido como sendo o autor da pratica delituosa. O João gozada, foi encaminhado para a delegacia de plantão, juntamente com a arma, onde foi autuado em flagrante delito, pela a posse ilegal de arma de fogo e na delegacia, foi constatado que havia um mandado de prisão em desfavor do mesmo, que foi recolhido ao presídio de Pesqueira.

ROCAM E MALHAS DA LEI PRENDEM FORAGIDO EM SÃO BENTO DO UNA.




A equipe ROCAM RC15002, destacada na 2ª CPM em São Bento do Una,  juntamente com a equipe Malhas da Lei da AIS 15, cumpriram  mandado de prisão em desfavor de Renato Silva Costa, de 29 anos, natural de Arapiraca-AL, residente na Rua da Pedra, PE-180 em São Bento do Una, o qual foi condenado por um homicídio e também responde a processos por mais dois assassinatos e um furto, todos da cidade de Venturosa.


O marginal foi apresentado na Delegacia de Polícia local e foi recolhido ao Presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira.

FORAGIDO DA JUSTIÇA É PRESO PELA EQUIPE MALHAS DA LEI.




Cabo Erivaldo e soldados Jair e Manuela.

Na manhã desta sexta-feira (30), com o levantamento do Cabo do NIA (Núcleo de Inteligência do Agreste), o Cabo Erivaldo e os soldados Teotônio, Jair e Manuela da equipe Malhas da Lei, prenderam, Carlos Antonio da Silva, de 30 anos, residente na rua Goiás, no bairro Salgado.O mesmo é foragido da justiça do estado da Paraíba há cinco anos.

O imputado responde a processos na justiça por assalto, formação de quadrilha e outros delitos e já foi condenado há 12 anos de prisão, dos quais já tinha cumprido 4 anos e terminou foragindo para Caruaru e estava trabalhando em uma distribuidora de gás no Salgado.


O criminoso foi apresentado no plantão da Delegacia Regional e foi recolhido ao presídio de Caruaru.

“AÇÃO CONJUNTA DA POLÍCIA FEDERAL EM SALGUEIRO/PE E DO IBAMA PRENDE SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE DE SERRITA/PE PELA PRÁTICA DE CRIME AMBIENTAL”














A Polícia Federal em Pernambuco, através da Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro/PE, prendeu quarta-feira, dia 28/05/2014, ANTONIO DA CRUZ SAMPAIO, 61 anos, construtor civil e secretário municipal do meio ambiente  de Serrita/PE, casado, natural de Salgueiro e residente em Serrita/PE. A prisão aconteceu em virtude de ação conjunta da Delegacia de Policia Federal em Salgueiro/PE e do IBAMA a fim de proceder uma vistoria fiscalizatória numa olaria que ficava localizada na Avenida Pedro Nogueira Sampaio s/n – Vila do Ipsep - Serrita/PE, dando conta da prática de garimpo ilegal e beneficiamento de ouro usando para isso substâncias (mercúrio) tóxicas ao meio ambiente.

De posse dessas informações as equipes dirigiram-se para o local suspeito e lá chegando encontraram o proprietário da olaria ANTONIO no local e constataram a existência de máquinas em pleno funcionamento tais como: moinho, britador, motores à diesel, centrífuga, bomba d’água, cilindro de oxigênio, maçarico, mangueiras e mercúrio – equipamentos e substâncias que são utilizadas para a extração de ouro e que provoca sérios danos ambientais em virtude dos animais (cachorros, bodes e carneiros) que ali estavam bebiam água de um tanque de decantação que estava contaminado pelo mercúrio e caso houvesse um transbordamento dos reservatórios poderia afetar seriamente os lençóis freáticos de água.

Ao ser solicitada a licença exigida do moinho para a extração do minério (ouro) o suspeito informou que havia dada entrada em toda a documentação, porém ainda não tinha sido deferida nem pelo IBAMA, DNPM ou CPRH e que os garimpeiros (que não possuem licença para esse tipo de trabalho) retiram pedras da região, as quais são quebradas e em pedaços menores, levadas para seu moinho a fim de serem processadas (moídas) para a extração de ouro que ficava retido em placas metálicas e queimadas com o auxílio de um maçarico.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido constatada a irregularidade e apreendido todo o material utilizado para a prática criminosa, ANTONIO recebeu voz de prisão em flagrante foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida levado para a Delegacia da Polícia Federal em Salgueiro/PE onde acabou sendo autuado pela prática contida nos artigos 2º da Lei 8.176/91 (garimpagem sem autorização legal – detenção de 1 a 5 anos), e artigos 56 (utilizar substância tóxica, no caso o mercúrio - pena: reclusão de 1 a 4 anos de reclusão) 55 (executar extração de recursos minerais sem a autorização – pena detenção de 6 meses a 1 anos e multa) e 60 da Lei 9.605/98 (fazer funcionar serviços potencialmente poluidores – detenção de 1 a 6 meses); e caso seja condenado poderá pegar penas que ultrapassam os 6 anos de reclusão.

Também foi arbitrada uma multa pelo IBAMA no valor de R$ 200.000 (duzentos mil) reais. Após o término as formalidades legais o preso após fazer exame de corpo de delito no IML foi enviado para o Presídio de Salgueiro/PE onde ficará a disposição da Justiça Federal. O autuado possui dois processos por garimpo ilegal tramitando na Justiça Federal de Salgueiro/PE.


Em seu interrogatório o preso informou que é o proprietário da Olaria e que já no ano passado o promotor de Justiça de Serrita/PE havia pedido uma pesquisa sobre a poluição produzida por aquele empreendimento e que por perder o prazo teve que fechá-la, que não tinha licença para funcionar e estava agindo de forma irregular por aproximadamente 02(dois) anos. Informou também que paga uma diária de R$ 30,00 (trinta) reais para as pessoas que trabalhavam na extração do ouro e que as pedras são trazidas de diversos locais tais como: Salgueiro/PE, sítio barra verde, ingá, poço do cachorro, e gavião todos em Serrita/PE. Por fim relatou que vende o grama do ouro por R$ 55 ou 60 reais para lojas de jóias e pessoas físicas, assumindo toda a responsabilidade da extração bem como a propriedade dos materiais encontrados.

“POLÍCIA FEDERAL DEFLAGRA OPERAÇÃO SUPERDOSE VISANDO COIBIR A VENDA E DISTRIBUIÇÃO DE REMÉDIOS IRREGULARES”.








A Polícia Federal em Pernambuco através da Delegacia de Repressão a Entorpecentes-DRE – deflagrou ontem, sexta-feira, dia 30.05.2014, por volta das 8h, a Operação SUPERDOSE com o objetivo de cumprir 8 (oito) mandados de busca e apreensão, sendo 4 (quatro) em imóveis residenciais e 4 (quatro) em estabelecimentos comerciais (farmácias). A ação conta com o apoio da APEVISA - Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária que é responsável pela fiscalização desses medicamentos comercializados nas farmácias.

As investigações que tiveram início há 02 meses e originaram-se a partir de informações chegadas à Polícia Federal, dando conta da existência da venda irregular/ilegal de medicamentos controlados. Levantamentos foram feitos e evoluíram, dando conta de que um suspeito estaria se aproveitando da licença de funcionamento da farmácia de seu irmão para adquirir tais medicamentos com a intenção de serem comercializados e repassados para pessoas físicas bem como farmácias que não tinham autorização para a venda.

Os bairros onde ficam localizadas essas farmácias que foram alvos de busca e apreensão foram: Torreão, San Martin, Camaragibe e Jardim atlântico. Nas buscas foi encontrada grande quantidade de medicamentos de uso controlado que tem sua venda permitida apenas com retenção de receita médica, remédios destinados a órgãos públicos e medicamentos sem registro no Brasil. Durante a operação 04 (quatro) pessoas foram presas e autuadas em flagrante em virtude de ficar constatada a existência de medicamentos controlados desprovidos de autorização legal para compra e venda sendo autuados em flagrante de acordo com o seu grau de participação por:

(1) Tráfico de drogas (artigo 33 Lei 11.343/06): Penas de 5 a 15 anos de reclusão;

(2) Posse de medicamentos controlados sem a devida documentação legal ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar – (Artigo 273, § 1º do Código Penal) - Penas 10 a 15 anos;

A APEVISA constatou a existência de medicamentos proscrito no Brasil tais como PRAMIlL, DIGRAM, fabricados no Paraguai, ambos para disfunção erétil, bem como medicamentos controlados de diversas marcas sendo comercializados, transportados ou armazenados em uma residência em desacordo com a norma vigente.

Todos os medicamentos foram apreendidos pela Polícia Federal e serão encaminhados mediante termo próprio para a APEVISA, elaborando os laudos de constatação relativos a medicamentos com repercussão criminal, a qual procederá à autuação dos estabelecimentos, através de Auto de Infração gerando processo sanitário com penalidades financeiras que variam de dois a mil reais a um milhão e meio de reais. Três farmácias foram autuadas e uma quarta foi interditada (San Martin) por não ter licença da vigilância sanitária, autorização de funcionamento da ANVISA e nem possuir farmacêutico.