TEFNET

TEFNET

AGRICENTER

AGRICENTER

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

CINCO HOMENS ACUSADOS DE HOMICÍDIO EM AGRESTINA SÃO JULGADOS NA VARA DO JÚRI DE CARUARU E SÃO ABSOLVIDOS DA ACUSAÇÃO


Foi realizado nessa terça-feira (13) na Vara do Júri do Fórum Demóstenes Veras em Caruaru, o julgamento dos cinco acusados da morte do ex-presidiário, Josimar da Silva, vulgo “Cara Véia” de 31 anos, que foi assassinado a tiros no dia 7 de junho de 2009 na cidade de Agrestina. Apesar do crime ter sido cometido em Agrestina a Comarca de Agrestina optou pelo desaforamento do julgamento e realiza-lo no Fórum de Caruaru.

Os acusados do crime que sentaram nos bancos dos réus são José Everaldo da Silva, de 43 anos; José Willison Ferreira Barbosa, vulgo “Ecinho” de 31 anos; Herculano Antônio Santos de Andrade, de 35 anos; Ivan Lucas da Silva Junior, vulgo “Junior Cabeção” de 34 anos e José Carlos da Silva, vulgo “Carlinhos de Dedinha” de 40 anos, que já estão presos acusados de terem cometido um outro assassinato em Agrestina e foram sentenciados desde o ano de 2013. Os acusados estão presos desde a deflagração da Operação Carcará, que foi realizada em 2009 e resultou na prisão de 20 pessoas e contra eles havia provas técnicas obtidas através de escutas telefônicas.
O advogado criminalista Dr. Artur Ramos, que defendeu três dos acusados, disse que apesar das chamadas provas técnicas (escutas telefônicas), os jurados acataram a tese da defesa de negativa de autoria e absolveu os acusados, pois as datas das escutas telefônicas, não batia com o dia do assassinato da vítima, bem como não restou esclarecido pela acusação a motivação que eles teriam para cometer o crime, apenas que Herculano, “Junior Cabeção” e “Carlinhos de Dedinha” foram acusados de terem sido os mentores intelectuais do crime e que os executores seriam José Everaldo e “Ecinho”.