TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

DAS 50 CIDADES MAIS VIOLENTAS DO MUNDO 21 ESTÃO NO BRASIL.


Um dos maiores problemas enfrentados pelo Brasil é a violência, que é medida pelo número de homicídios registrados em comparação com a quantidade de habitantes existentes na mesma cidade. O Brasil é o país do mundo com o maior número de cidades entre as mais violentas, no ano de 2015, de acordo com um ranking internacional publicado no último dia 25 de novembro.

A lista é divulgada todos os anos pelo Conselho Cidadão para a Segurança Pública e a Justiça Penal, incluindo apenas cidades com mais de 300 mil habitantes.

Segue a lista das 50 cidades: 1° - Caracas (Venezuela) - 119.87 homicídios/100 mil habitantes. 2° - San Pedro Sula (Honduras) - 111.03. 3° - San Salvador (El Salvador) - 108.54. 4° - Acapulco (México) - 104.73. 5° - Maturín (Venezuela) - 86.45. 6° - Distrito Central (Honduras) - 73.51. 7° - Valencia (Venezuela) - 72.31. 8° - Palmira (Colômbia) - 70.88. 9° - Cidade do Cabo (África do Sul) - 65.53. 10° - Cali (Colômbia) - 64.27. 11° - Ciudad Guayana (Venezuela) - 62.33. 12° - Fortaleza (Brasil) - 60.77. 13° - Natal (Brasil) - 60.66. 14° - Salvador e região metropolitana (Brasil) - 60.63. 15° - ST. Louis (Estados Unidos) - 59.23. 16° - João Pessoa (Brasil) - 58.40; 17° - Culiacán (México) - 56.09; 18° - Maceió (Brasil) - 55.63; 19° - Baltimore (Estados Unidos) - 54.98; 20° - Barquisimeto (Venezuela) - 54.96; 21° - São Luís (Brasil) - 53.05; 22° - Cuiabá (Brasil) - 48.52; 23° - Manaus (Brasil) - 47.87; 24° - Cumaná (Venezuela) - 47.77; 25° - Guatemala (Guatemala) - 47.17; 26° - Belém (Brasil) - 45.83; 27° - Feira de Santana (Brasil) - 45.50; 28° - Detroit (Estados Unidos) - 43.89; 29° - Goiânia e Aparecida de Goiânia (Brasil) - 43.38; 30° - Teresina (Brasil) - 42.64; 31° - Vitória (Brasil) - 41.99; 32° - Nova Orleans (Estados Unidos) - 41.44; 33° - Kingston (Jamaica) - 41.14; 34° - Gran Barcelona (Venezuela) - 40.08; 35° - Tijuana (México) - 39.09; 36° - Vitória da Conquista (Brasil) - 38.46; 37° - Recife (Brasil) - 38.12; 38° - Aracaju (Brasil) - 37.70; 39° - Campos dos Goytacazes (Brasil) - 36.16; 40° - Campina Grande (Brasil) - 36.04; 41° - Durban (África do Sul) - 35.93; 42° - Nelson Mandela Bay (África do Sul) - 35.85; 43° - Porto Alegre (Brasil) - 34.73; 44° - Curitiba (Brasil) - 34.71; 45° - Pereira (Colômbia) - 32.58; 46° - Victoria (México) - 30.50; 47° - Johanesburgo (África do Sul) - 30.31; 48° - Macapá (Brasil) - 30.25; 49° - Maracaibo (Venezuela) - 28.85; 50° - Obregón (México) - 28.29.

De acordo com a lista divulgada percebemos que a violência está ganhando a guerra contra as instituições de segurança do Brasil. Uma das explicações, é a falta de valorização dos profissionais de segurança pública, que atuam nesse combate tão difícil e diário para proteger a vida dos cidadãos e as vezes perdem a própria vida.


Gostaria, mais uma vez de solicitar a contribuição de todos os leitores e internautas para que você deixe sua contribuição, e opine, por qual motivo o país está com esse índice alarmante de violência. Se você concorda que o problema é a falta de valorização do profissional ou outro problema como as leis muito brandas, a impunidade, enfim, participe conosco interagindo pelo meu e-mail pessoal: ericklessa04@gmail.com. Fique atento a próxima edição, que é divulgada todas as segundas aqui no blog do Adielson Galvão.