TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

segunda-feira, 13 de março de 2017

AGENTES PENITENCIÁRIOS DE PERNAMBUCO PARALISAM ATIVIDADES NO DIA 15 DE MARÇO


Os Agentes penitenciários de Pernambuco irão aderir ao movimento grevista de caráter nacional anunciado pela Federação Sindical dos Servidores Penitenciários do Brasil (Fenaspen), na sexta-feira, no dia 09 de fevereiro de 2017. A Paralisação será Nacional no dia 15 de março de 2017, na quarta - feira.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária e Servidores no Sistema Penitenciário de Pernambuco (Sindasp-PE) uma série de atividades deixarão de ser realizadas pela categoria durante as 24h do dia 15 de março.

A decisão pelo estado de greve serve como um alerta para a necessidade de aprovação da emenda constitucional de número 308/2004, que cria a polícia penal e padroniza a categoria, que recebe denominações diferentes em cada estado do País. A diferença entre as denominações atribuídas aos agentes, segundo o Sindasp, dificulta a inclusão deles nos planos e projetos elaborados para a segurança pública. "Sempre somos esquecidos em projetos por não sermos reconhecidos como uma categoria com denominação comum. Precisamos da unificação para que os agentes tenham direitos reconhecidos legalmente", afirmou o presidente da Sindasp-PE, João Carvalho.

Os agentes penitenciários fazem custódia de presos, controlam e disciplinam as atividades nos presídios. Até mesmo quando acontecem motins e rebeliões, os agentes são acionados para apaziguar a situação, segundo Carvalho.

PARALISAÇÃO

Os serviços que serão paralisados no dia 15 de março foram especificados. A confirmação só será feita quando a Fenaspen divulgar uma cartilha com as diretrizes do movimento de paralisação.

Esta orientação abaixo de serviços que serão realizados apenas:

Procedimentos a serem tomados e seguidos pela categoria de Agentes Penitenciários, conforme orientação da FENASPEN:
Serão mantidos os serviços essenciais abaixo relatados:

SÃO CONSIDERADOS SERVIÇOS ESSENCIAIS:

1. Cumprimento de alvará de soltura;
2. Mandado de prisão e recolhimento;
3. Socorros e emergências;
4. Devem mandar entregar a alimentação aos presos.

MODOS OPERATIVOS PARA PARALISAÇÃO NACIONAL, CUMPRIMENTO  DOS 30 %  DE MANUTENÇÃO DO EFETIVO, CONFORME OFÍCIO DA FENASPEN!


- Deve ser mantido 30% do efetivo num esquema de rodízio do plantão.

Outros serviços diferentes dos listados acima não serão realizados por não serem essenciais, tais como: confecção de carteira, condução de preso à permanência a pedido de advogado ou visita, etc.