TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

terça-feira, 3 de outubro de 2017

POLÍCIA CIVIL PRENDE UM DOS ACUSADOS DO LATROCÍNIO OCORRIDO HÁ DUAS SEMANAS NO JOÃO MOTA E DIVULGA FOTO DO OUTRO BANDIDO


Por força de Mandado de Prisão Preventiva, expedido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Caruaru, nesta terça-feira (03), policiais da 20ª Delegacia de Homicídios, prenderam o ex-presidiário, Felipe Santiago Oliveira da Silva, de 25 anos, que mora na 3ª Travessa São Caetano, no bairro Centenário.

Felipe é acusado de participação no latrocínio do pedreiro, Adeildo Pereira da Silva, de 48 anos, que foi assassinado a tiros na manhã da segunda-feira (18 de setembro desse ano), na avenida principal do bairro João Mota e que segundo a investigação após ceifarem a vida da vítima a tiros, o acusado abandonou a moto que estava com o outro comparsa e fugiram a pé.

O outro acusado do crime não foi localizado, mas trata-se de, Alisson Santiago Oliveira da Silva, de 18 anos, que é sobrinho do Felipe e está foragido e quem souber do seu paradeiro, mande mensagem de Whatsapp para o contato da 3ª Divisão de Homicídios através do 9 9488-7099 ou ligue para o Disque-Denúncia Agreste (81) 3719-4545 e em qualquer uma das opções terá garantia do anonimato, além de ajudar a polícia a tirar mais um criminoso de circulação.

O delegado chefe da 20ª Delegacia de Homicídios, Dr. Márcio Cruz, informou que a sua equipe chegou ao criminoso graças a ajuda da população e que espera que o paradeiro do outro elemento seja repassado através de denúncia, para que ele também pague pelo que fez. A autoridade policial lamentou a covardia e a frieza que o Felipe e o seu sobrinho tiveram. Eles já tinham cometido cinco assaltos naquela manhã, num deles tomaram uma moto NXR 300, mas a moto deu problema e como a vítima estava indo para o trabalho foi abordada por eles e como demorou um pouco para entregar a moto foi morto pelos dois marginais.


O acusado foi levado ao IML para realizar o exame traumatológico, em seguida foi recolhido à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, onde permanecerá a disposição da justiça.