TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

DONA MACAXEIRA

DONA MACAXEIRA

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

NORDESTE RASTREAMENTO

NORDESTE RASTREAMENTO

terça-feira, 3 de outubro de 2017

POLÍCIA CIVIL PRENDE UM DOS ACUSADOS DO LATROCÍNIO OCORRIDO HÁ DUAS SEMANAS NO JOÃO MOTA E DIVULGA FOTO DO OUTRO BANDIDO


Por força de Mandado de Prisão Preventiva, expedido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Caruaru, nesta terça-feira (03), policiais da 20ª Delegacia de Homicídios, prenderam o ex-presidiário, Felipe Santiago Oliveira da Silva, de 25 anos, que mora na 3ª Travessa São Caetano, no bairro Centenário.

Felipe é acusado de participação no latrocínio do pedreiro, Adeildo Pereira da Silva, de 48 anos, que foi assassinado a tiros na manhã da segunda-feira (18 de setembro desse ano), na avenida principal do bairro João Mota e que segundo a investigação após ceifarem a vida da vítima a tiros, o acusado abandonou a moto que estava com o outro comparsa e fugiram a pé.

O outro acusado do crime não foi localizado, mas trata-se de, Alisson Santiago Oliveira da Silva, de 18 anos, que é sobrinho do Felipe e está foragido e quem souber do seu paradeiro, mande mensagem de Whatsapp para o contato da 3ª Divisão de Homicídios através do 9 9488-7099 ou ligue para o Disque-Denúncia Agreste (81) 3719-4545 e em qualquer uma das opções terá garantia do anonimato, além de ajudar a polícia a tirar mais um criminoso de circulação.

O delegado chefe da 20ª Delegacia de Homicídios, Dr. Márcio Cruz, informou que a sua equipe chegou ao criminoso graças a ajuda da população e que espera que o paradeiro do outro elemento seja repassado através de denúncia, para que ele também pague pelo que fez. A autoridade policial lamentou a covardia e a frieza que o Felipe e o seu sobrinho tiveram. Eles já tinham cometido cinco assaltos naquela manhã, num deles tomaram uma moto NXR 300, mas a moto deu problema e como a vítima estava indo para o trabalho foi abordada por eles e como demorou um pouco para entregar a moto foi morto pelos dois marginais.


O acusado foi levado ao IML para realizar o exame traumatológico, em seguida foi recolhido à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, onde permanecerá a disposição da justiça.