AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

CASA DO CAMPÔNES

CASA DO CAMPÔNES

GIVALDO RECON PEÇAS

GIVALDO RECON PEÇAS

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

COLUNA HORA DA CIDADANIA COM O DELEGADO ERICK LESSA


A DEMOCRACIA E O ESTADO DE DIREITO DEVEM SER RESPEITADOS.

O ex-presidente de República Luiz Inácio Lula da Silva teve sua condenação confirmada em segundo grau (no TRF-4) sediado em Porto Alegre, na última quarta-feira (24) de forma unânime, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A defesa pode entrar com recursos ao próprio tribunal regional federal ou aos tribunais superiores, para reformar o julgamento. Esse direito deve ser preservado e respeitado por todos, já que são recursos previstos na legislação vigente e em nossa Constituição Federal.

Mesmo com todos os direitos garantidos pelo nosso ordenamento jurídico, várias declarações foram feitas, muitas delas contestando o julgamento colegiado do recurso.
Para não estender muito a coluna vamos trazer apenas dois posicionamentos publicados: o primeiro de José Guimarães, deputado federal do PT-CE, líder da minoria da Câmara dos Deputados – “essa condenação além de injusta, só fortalece a mobilização que será iniciada no país para defender a candidatura de Lula às eleições presidenciais. Não aceitamos eleição sem Lula”.

Já a senadora do PT-PR, Gleisi Hoffman, presidente do Partido dos Trabalhadores disse: “o corporativismo sobrepôs a Constituição, a legalidade, a democracia, sustentando o golpe e os interesses da elite brasileira. Temos de nos preparar para lutar. É na rua que vamos ganhar!”.

Não há outra saída para o nosso país que não seja pelo respeito à democracia, o estado de direito, a legislação em vigor e às instituições. Infelizmente, exatamente o contrário do que está sendo levantado por essas duas lideranças, acima citadas. Claro que eles podem e devem, como todos nós brasileiros, lamentar que um presidente da República, que construiu sua história defendendo a ética, a democracia e o direito dos trabalhadores, envolver-se, dessa maneira, num mar de corrupção e ser condenado por tal ato, entretanto, um país das dimensões do Brasil, só pode ir à frente se houver o respeito às instituições, principalmente ao poder judiciário, que tem o poder e o dever de dizer o direito.

Que a nossa nação e suas lideranças, independente da ideologia que defenda, aprenda, mesmo diante de tantos percalços, a respeitar os poderes constituídos e suas decisões, e não conclamar a população, principalmente àquela mais desprovida de instrução, para levá-la a todo lado, como uma massa de manobra, em total afronta à democracia e ao estado de direito.

Fica a reflexão. Esteja atento à próxima edição da coluna Hora da Cidadania, que é divulgada todas as segundas-feiras. Você pode dar sugestão de temas, fazer críticas e elogios através do e-mail: ericklessa04@gmail.com.

MASCARENHAS PNEUS