AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

CASA DO CAMPÔNES

CASA DO CAMPÔNES

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

COLUNA OPINIÃO DE MULHER COM A ENFERMEIRA E PROFESSORA UNIVERSITÁRIA NAYARA SOUZA



TEMPOS LÍQUIDOS!

Na semana que antecede o feriado de carnaval, e o atual cenário posto em nossa sociedade, existe uma pergunta ecoando dentro de todos nós: Será possível nos surpreendermos ainda mais com esse país? É difícil a compreensão de que, em todas as áreas, sejamos surpreendidos com tamanha falta de respeito. Os carnavais anteriores ficaram marcados por hits um tanto absurdos, mas esse... sejamos sinceros, é o ápice da tolerância.

Quando observamos um indivíduo, que sobe em um palco (sem talento nenhum), para fazer banalização da violência e as pessoas aplaudem e multiplicam suas letras em ritmo de festa... algo só pode está acontecendo de muito grave nesse país! Basta avaliar letras como a das músicas Vai Malandra, da cantora Anitta, Só Surubinha de Leve, do MC Diguinho, que faz uma clara apologia ao estupro, e a mais recente que está fazendo sucesso Que Tiro Foi Esse? Da Jojo Toddynho.

Que Tiro foi esse, foi alvo de muitas críticas em rede sociais nos últimos dias, vale mencionarmos a recente participação da autora dessa “arte”, no tradicional Baile de Carnaval de Pernambuco, em Recife, que completara 70 anos, com uma noite marcada por um verdadeiro vexame. Com um repertório que variou de funk a sertanejo, a cantora desafinou em quase toda sua apresentação, além de esquecer letras de músicas e preencher o tempo dialogando com as pessoas e fazendo uso de palavrões. Na ocasião, boa parte dos presentes, optaram por irem embora.

A crise que vivenciamos ultrapassa a financeira, política ou até cultural. Estamos em crise existencial. Como diria o sociólogo e filósofo Polonês Zygmunt Bauman: Os tempos são líquidos porque, assim como a água, tudo muda muito rapidamente. Na sociedade contemporânea, nada é feito para durar. E isso influencia diretamente nessa desconstrução de valores que podemos visualizar de forma gritante. Almejamos e ansiamos por dias melhores!

Essa foi minha opinião de mulher de hoje. Participe conosco enviando suas dúvidas, questionamentos e sugestões para dra.nayarasousa@hotmail.com.