AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

DOIS ASSALTANTES SÃO MORTOS POR POLICIAL MILITAR QUANDO TENTAVAM ASSALTAR POSTO DE COMBUSTÍVEL EM CARUARU, UM DELES ERA SOBRINHO DA ADVOGADA ASSASSINADA.

Alan Rodrigues.
















Dois assaltantes identificados por, Alan Rodrigues da Silva, de 19 anos e Breno Henrique dos Santos, de 15 anos, que moravam em Encruzilhada de São João, zona rural de Bezerros, foram mortos na noite deste sábado (25) em Caruaru, após praticarem um assalto e de uma intensa troca de tiros com um policial militar. O revólver usado pelo Alan, que estava com a numeração raspada, foi apreendido pela Polícia Militar.

Os marginais chegaram ao posto de combustível Ipiranga, na BR 232, próximo ao Anel Viário, por volta das 8 e meia da noite em uma moto Honda CB 300 de cor vermelha, que consta como roubada, abasteceram a motocicleta e anunciaram o assalto. Um policial militar de folga, que não teve o nome revelado, estava abastecendo o seu veículo e vendo o assalto, sacou sua pistola e deu voz de prisão aos assaltantes, mas os mesmos reagiram atirando contra o PM. Houve troca de tiros e o policial conseguiu acertar um tiro no peito do Alan Rodrigues, que estava armado, atirando contra o PM e um tiro na cabeça do Breno, que guiava a motocicleta.

O Samu foi acionado pelo próprio policial, que isolou a área, até a chegada do policiamento e o Samu socorreu os dois assaltantes baleados, até o Hospital Regional do Agreste (HRA), onde os mesmos deram entrada desacordados e morreram horas depois.
O comissário Omar Cordeiro, registrou a ocorrência no HRA.
Na manhã deste domingo os familiares vieram a Caruaru, para agilizar a liberação dos corpos do IML, onde o pai do Alan Rodrigues, Reginaldo José, disse que o filho trabalhava como servente de pedreiro, nunca foi preso e praticou o assalto incentivado pelo amigo, Breno Henrique, que já teve passagem pela Funase por roubo e era sobrinho da advogada Severina Natalícia da Silva, de 45 anos, que foi sequestrada e assassinada em dezembro passado. A prima do menor, Vanuza, os familiares já esperavam por isso.


Os corpos dos assaltantes já foram liberados do IML de Caruaru e apesar de se tratar de mortes resultantes de resistência a prisão, contabilizam como dois homicídios, elevando para 14 o número de assassinatos em Caruaru.