AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

DRIVE TOUR BRASIL

DRIVE TOUR BRASIL

terça-feira, 15 de maio de 2018

POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO AFIRMA QUE NÚMERO DE ROUBOS EM ABRIL FOI O MENOR DOS ÚLTIMOS 2 ANOS E 4 MESES

Resultado de imagem para GRÁFICO DECRESCENTE


O número de roubos registrados em Pernambuco em abril foi a menor dos últimos 28 meses, conforme as estatísticas da Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS).  Índice só perdeu, na série histórica, para dezembro de 2015, quando houve 7.469 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Os dados apontam, ainda, que o primeiro quadrimestre de 2018 teve redução de 21,98% nesse tipo de crime, quando comparado com o mesmo período de 2017: em quatro meses, contabilizaram-se menos 9.353 CVPs, o equivalente a mais de um mês inteiro de registros. As estatísticas completas estão disponíveis no site da SDS (www.sds.pe.gov.br) nesta segunda-feira (14/05).

Em abril último, computaram-se 7.646 CVPs em Pernambuco - o que significa 2.422 roubos a menos do que no mesmo mês de 2017, ou uma diminuição de 24,06% nas ocorrências. O quantitativo de abril também é 11,23% mais baixo do que o registrado em março de 2018, quando ocorreram 8.613 casos.

O Recife foi destaque na redução entre as cidades pernambucanas, tanto em abril (-26,6%) quanto no quadrimestre (-23,9%), na comparação entre 2018 e 2017. No período de janeiro a abril deste ano, registrou menos 3.535 casos, passando de 14.793 para 11.258 casos. Ou seja: a Capital reduziu, em quatro meses, o correspondente a mais de um mês de CVPs na cidade. Especificamente em abril, a quantidade caiu de 3.489 para 2.561 ocorrências.
Resultado de imagem para SECRETÁRIO ANTONIO DE PÁDUA

Para o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, os resultados demonstram que as estratégias adotadas pelas forças de segurança do estado têm surtido efeito. "Nosso compromisso é com uma redução cada vez mais significativa desses índices, pois isso representa uma maior sensação de segurança para todos os pernambucanos. Investimentos importantes foram feitos desde o ano passado, e nossa perspectiva é continuar avançando no combate à criminalidade", afirma.

ÔNIBUS - Seguindo a tendência iniciada no segundo semestre de 2017, os assaltos a transportes coletivos apresentaram redução em abril deste ano, comparando-se com 2017. De 102 queixas, reduziu-se para 67, uma diminuição de 34,31%. Neste ano, 46 pessoas foram presas por assaltos a ônibus, em ações coordenadas pela Força-Tarefa Coletivos. Levando em consideração os quadrimestres, 2018 contabilizou 273 investidas a coletivos, contra 626 em 2017. A diferença de 353 ocorrências representa uma retração 56% nessa modalidade criminosa.

CELULARES - O número de aparelhos celulares roubados em Pernambuco decresceu, neste primeiro quadrimestre de 2018, em 26,52%, no comparativo com janeiro a abril de 2017. De 18.750 ocorrências, o total caiu para 13.777. Considerando-se apenas o mês de abril, a redução foi ainda mais significativa, de 32,82%. Os casos saíram de 4.500 para 3.023.

Abril de 2018 foi, também, o mês com a maior recuperação de telefones celulares roubados no estado: 496 aparelhos foram apreendidos pelas polícias. Desde março de 2017, com a implantação do programa Alerta Celular (sistema criado pela SDS para cadastrar celulares roubados e possibilitar a devolução a seus verdadeiros donos), foi possível reaver 2.298 aparelhos.

CARGAS - Pernambuco também registrou redução de ocorrências envolvendo cargas. Em abril deste ano, a queda do índice de roubo de carga foi de 20% em relação a abril de 2017, saindo de 65 para 52 ocorrências. No quadrimestre, foram 49 casos a menos, ou redução de 19,4%.

Os furtos de cargas decresceram ainda mais: -70% em abril e -32,3% no período de janeiro a abril deste ano. No mês passado, houve três ocorrências desse tipo de crime, sete a menos do que em abril de 2017. No conjunto dos primeiros quatro meses de 2018, houve 21 registros, contra 31 do mesmo intervalo do ano anterior.

BANCOS - Nos últimos dois meses, não houve nenhuma explosão a carro-forte em Pernambuco. Outros crimes praticados contra instituições financeiras também vêm em decréscimo. Os furtos a caixas eletrônicos saíram de dois casos em abril de 2017 para nenhum em abril de 2018, enquanto o roubo a carro-forte saiu de um registro para zero. Quanto aos roubos contra agência bancária, houve aumento de dois para três casos.

VEÍCULOS - Os roubos e furtos de veículos caíram 22,15% e 27,02%, respectivamente, comparando-se abril de 2018 com o mesmo mês do ano anterior. Foram registrados 1.392 roubos no mês passado, contra 1.788 em abril de 2017; e 443 furtos contra 607, no mesmo comparativo.