AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

COLUNA OPINIÃO DE MULHER COM A ENFERMEIRA E PROFESSORA UNIVERSITÁRIA NAYARA SOUSA



JOÃO DE QUE MESMO?

O médium João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, teve sua prisão decretada na última Sexta (14) sob acusação de cometer abuso sexual a centenas de mulheres nos últimos anos. Fundador da Casa de Dom Inácio de Loyola, que atende em média mil pessoas por dia, para assistência e cirurgias espirituais, João diz incorporar um Padre Jesuíta morto em 1556 e é através desse espírito que realiza as curas.

A Casa Dom Inácio de Loyola não cobra pelos atendimentos, embora venda um suposto medicamento denominado "passiflora". Além de distribuir sopa gratuitamente aos que aguardam pelas “consultas”. Dentre os consulentes famosos do médium estão os políticos Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff, Bill Clinton e Hugo Chávez, o psicoterapeuta Dr. Wayne Dyer, o humorista Chico Anysio entre outros.

Após a exibição do programa Conversa com Bial, onde foram explanados relatos de mulheres que alegavam terem sofrido abusos sexuais do Médium mais famoso do país, as denúncias não pararam de chegar ao Ministério Público. João de Deus teve a prisão decretada e se entregou a polícia no último final de semana. Até a terça-feira (18), foram 506 relatos protocolados no Ministério Público, de mulheres de todo o Brasil e outros países. O que mais chamou a atenção foi que todos os relatos são semelhantes quanto à forma como o Médium cometia os delitos. João de Deus nega todos os crimes.

Um verdadeiro abuso não somente sexual, mas da fé das pessoas, as quais iam em busca de solução e crença em suas “habilidades espirituais” se assim podemos chamar. Muitas mulheres, inclusive uma de suas filhas relataram os estupros sofridos. Sempre mulheres mais jovens, de boa aparência e em busca de curas emocionais. O que nos deixa indignados em saber que inúmeras mulheres em situações fragilizadas, depositaram as suas confianças em um verdadeiro criminoso! Que esse João que nada é de Deus pague por seus crimes e que esse império construído em cima de sofrimentos e dores desmorone. Fica a lição a todos, indiferente de crenças, que não devemos depositar a plenitude de nossa confiança em seres humanos

Essa foi minha opinião de mulher de hoje. Participe conosco enviando suas dúvidas, questionamentos e sugestões para dra.nayarasousa@hotmail.com.