AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

RC TECIDOS

RC TECIDOS

GBest SPORT

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

COLUNA OPINIÃO DE MULHER COM A ENFERMEIRA E PROFESSORA UNIVERSITÁRIA NAYARA SOUSA



UM NOVO ANO, UM POLÊMICO PRESIDENTE E ESPERANÇA DE DIAS MELHORES!

No dia 01 de Janeiro de 2019, tomou posse o trigésimo oitavo presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro. Em uma cerimônia comentada no mundo inteiro, o novo presidente representa um diferente perfil de governo que se distancia plenamente dos últimos que estiveram no poder. Um evento que reuniu milhares de seguidores, que fervorosamente demonstraram que acreditam no retorno do crescimento e da credibilidade da nação.

Um grande e inesperado destaque da solenidade foi o discurso da primeira dama Michelle Bolsonaro. Nunca antes uma primeira dama discursou no Brasil no momento da posse. Michelle quebrou o protocolo e discursou em libras antes do marido no parlatório do Palácio do Planalto. Entre suas colocações destacou: “Gostaria de modo muito especial de dirigir-me à comunidade surda, às pessoas com deficiência e a todos aqueles que se sentem esquecidos: vocês serão valorizados e terão seus direitos respeitados. Tenho esse chamado no meu coração e desejo contribuir na promoção do ser humano”. Michelle que é conhecida por trabalhos voltados às pessoas com deficiência afirmou que irá trabalhar em pró dos necessitados e dar voz aos grupos esquecidos pela sociedade.

A atitude da primeira dama repercutiu positivamente dentro e fora do país. Indiferente de ideologias partidárias, representou um importante ato o qual emocionou aos que acompanhavam a cerimônia. Para um presidente fortemente quisto como machista, a quebra de protocolo veio em contramão a vários discursos apresentados pela oposição no período eleitoreiro. Bolsonaro reafirmou suas prioridades no governo e concluiu sua fala declarando que a cor da bandeira brasileira é verde e amarela, e nunca será vermelha. Fazendo menção a cor do Partido dos Trabalhadores. Propondo a união do país indiferente de viés ideológico.

Em um dia histórico feito este, ansiamos que o Brasil de fato consiga vencer essa crise que vai muito além de financeira. Que possamos ver reestabelecidas a ética, a justiça e a igualdade. Para que voltemos à dignidade e não mais viver em um lamaçal de corrupção. Que o novo presidente governe em concordância com a função a qual exercer. Quem ganhará com isso somos todos nós, brasileiros.

Aproveitamos o início de mais um ano e desejamos um feliz ano novo para cada leitor da Coluna Opinião de Mulher. Agradecemos a confiança e a parceria. Afinal, sem vocês não haveriam motivos nem inspirações para escrevermos!

Essa foi minha opinião de mulher de hoje. Participe conosco enviando suas dúvidas, questionamentos e sugestões para dra.nayarasousa@hotmail.com.