AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

GBest SPORT

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

sexta-feira, 14 de junho de 2019

POLÍCIA CIVIL COM O APOIO DA POLÍCIA MILITAR APREENDEU DOIS ADOLESCENTES QUE MATARAM UMA MULHER EM CUPIRA




Na noite de terça-feira (11), foi assassinada a tiros dentro de casa no bairro Mutirão em Cupira, Silvana Maria da Silva, de 38 anos. Ela estava acompanhada de duas filhas quando chegaram dois elementos numa moto, arrombaram o cadeado da porta e mataram a vítima a tiros na sala da casa. Ela deixou cinco filhos menores.

Diante da notícia, mesmo fora do expediente, os agentes e o delegado Dr. Ighor Nogueira se reuniram e iniciaram as diligências, por meio das quais, logo se descobriu que os algozes utilizaram uma motocicleta de cor vermelha para o cometimento do crime. Eles usavam capacetes e arrombaram o cadeado que guarnecia a casa da vítima com uma marreta.

Populares também informaram as características físicas de dois adolescentes que após algumas buscas os policiais descobriram onde eles moravam. Logo na primeira residência, no momento em que os policiais bateram na porta, duas pessoas tentaram se evadir pelos fundos da casa, mas não contavam que os policiais Ewerton e Gilliard já estavam guarnecendo a retaguarda e deram voz de parada no momento em que estavam para pular o ultimo muro. Os adolescentes retornaram e se esconderam. Após intensas buscas e com o apoio do GATI e do Ordinário da PM de Cupira, os dois acabaram sendo localizados. Com eles foi ainda localizado um quilo de maconha.

Durante as buscas, também foram localizados os capacetes, a moto e a marreta utilizada. A marreta, inclusive, trazia ainda a marca do cadeado dourado que acabara de ser danificado. Os dois foram apreendidos pelos atos infracionais de tráfico e homicídio. Resposta rápida a um crime que chocou a cidade.

Os adolescentes foram apresentados ao Ministério Público, onde um deles confessou toda a trama infracional.

A vítima era portadora de leves psicopatias, era frequentadora ativa da Delegacia e do fórum da cidade, onde encontrava pessoas amigáveis e dispostas a ajudar com seus problemas e isso gerou uma repulsa nos menores que viviam traficando drogas na localidade e acharam que haviam sido denunciados por ela.

Da delegacia de Cupira, além do delegado Dr. Ighor Nogueira participaram da ação o escrivão Pedrosmar Duarte, o Comissário Rômulo Santos e os agentes Monique Rocha, Daniel Santana, Giliard Geraldino e Ewerton Morais e contaram com o valoroso apoio de policiais militares de pelotão local e o GATI.