PREFEITURA DE CARUARU

PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

COLUNA DO DELEGADO LESSA

 


Covid-19: segurança das vacinas em estado de alerta

As vacinas contra a covid-19, além de sinais de esperança, têm sido alvo de ações de criminosos. Como se não bastassem os ‘fura-filas’, que representam o que há de pior no ser humano, o roubo de carga dos imunizantes também preocupa as autoridades. Na manhã do domingo (31.01), em Campina Grande-PB, uma enfermeira que transportava 70 doses da vacina de Oxford teve o carro roubado por dois homens armados. Algumas horas depois, a polícia conseguiu recuperar o veículo, felizmente com as vacinas intactas.

Este caso acende um sinal de alerta acerca da segurança e da logística na distribuição das vacinas. A carga, extremamente valiosa, está na mira de bandidos. Basta lembrar que no ano passado milhares de equipamentos de proteção individual foram roubados no Brasil para percebermos que o cenário atual exige bastante cuidado e esforços das autoridades competentes.

O problema, aliás, não se restringe ao território nacional. Recentemente, vacinas foram roubadas de um hospital público situado no estado central de Morelos, no México. O governo mexicano está investigando o caso. Há alguns dias, o diretor Interpol, Jürgen Stock, previu um aumento significativo na quantidade de crimes envolvendo os imunizantes. "Com o translado das vacinas, o crime vai aumentar de maneira importante", disse Stock, em entrevista a uma revista alemã.

Diante deste contexto, vê-se que problemas locais e globais se fundem, o que exige um maior esforço das equipes de segurança pública para prevenir e, ao mesmo tempo, combater tais práticas criminosas. O investimento em logística e compliance (transparência) é fundamental, ao lado de ações de inteligência, para garantir a execução segura e responsável do Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19, com foco em um único objetivo: salvar vidas.