AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 15 de março de 2021

“É URGENTE CUIDAR DA SAÚDE E, AO MESMO TEMPO, INVESTIR NA ECONOMIA”, DIZ DEPUTADO ERICK LESSA

 


“Uma forma inteligente e necessária, para amenizar os impactos na economia de Pernambuco, diante da pandemia da covid-19”. Foi assim que o presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo (CDET) da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Delegado Erick Lessa, avaliou o adiamento por quatro meses dos prazos de pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de empresas inscritas no Simples Nacional. A medida, divulgada no sábado (13), também estabelece que as empresas que não fazem parte desse regime tributário terão um programa de recuperação de crédito. O parlamentar lembra que enviou um ofício ao Governo do Estado sugerindo ações semelhantes já no ano passado, durante a primeira onda da pandemia.

O deputado posicionou-se com ressalvas acerca da quarentena que estará em vigor em todo o estado da quinta-feira (18) ao dia 28 de março. “Estamos vivendo tempos sombrios. É urgente cuidar da Saúde e, ao mesmo tempo, investir na Economia, para vencer os desafios que se impõem na pandemia. Esperamos que, após os 11 dias desta quarentena, não seja mais necessário adotar medidas restritivas tão rígidas”, declarou.

O parlamentar vem realizando ações no sentido de ampliar o diálogo entre o poder público e o setor produtivo, em busca de caminhos para minimizar os impactos da crise decorrente da pandemia do novo coronavírus. O assunto foi pauta de uma reunião entre o deputado Erick Lessa e o secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, Geraldo Júlio, ocorrida na quinta-feira (11) na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em Recife. “Estamos buscando formas de contribuir para o fortalecimento dos setores mais prejudicados com a atual crise, como feirantes, produtores locais, comerciantes e empresários”, disse Lessa, complementando que o colegiado está à disposição para realizar a interlocução com o associativismo e os representantes da sociedade civil e do governo estadual.

Foto: Viliane Gomes