PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

quinta-feira, 18 de março de 2021

NA ALEPE, LESSA PROPÕE AÇÕES ESTRATÉGICAS PÓS-QUARENTENA

 


No primeiro dia da quarentena mais rígida em Pernambuco, o deputado estadual Delegado Erick Lessa (Progressistas) se pronunciou em favor da adoção de ações estratégicas pós-quarentena. Para o parlamentar, as providências devem ser tomadas tanto no setor econômico quanto na saúde. O pronunciamento ocorreu na manhã desta quinta-feira (18), durante a sessão plenária remota da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Lessa destacou a importância das feiras do Polo de Confecções do Agreste, citando que a matriz econômica gera cerca de 200 mil empregos e movimenta anualmente R$ 5 bilhões, a partir da comercialização de 800 milhões de peças de vestuário. Obedecendo ao decreto estadual, não haverá feiras na próxima segunda (22), mas a perspectiva de comerciantes e compradores é que as atividades sejam retomadas no dia 29, nos municípios de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. “Queremos fazer um grande clamor ao Governo do Estado, às Prefeituras, aos compradores e vendedores: que obedeçam os protocolos sanitários, para reduzir a sobrecarga do sistema de saúde e, assim, a economia possa continuar a se movimentar”, discursou, enfatizando a intensificação de medidas preventivas, como higienização das mãos com álcool em gel e o uso correto das máscaras.

Durante o discurso, Lessa também solicitou ao Poder Executivo a prorrogação da data de pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), como uma forma de minimizar o impacto das medidas restritivas na renda dos trabalhadores.

Interlocução

O deputado, que é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo (CDET) da Alepe, também registrou que, na semana passada, reuniu-se com o secretário de Desenvolvimento Econômico estadual, Geraldo Júlio. Na ocasião, Lessa tratou com o titular da pasta assuntos relacionados à interlocução com o setor produtivo e medidas para amenizar os impactos das medidas restritivas, em relação aos empreendedores, principalmente micro e pequenos comerciantes. “Essas solicitações já haviam sido feitas por nós desde o ano passado e, com alegria, recebemos a notícia que foram adotadas pelo Governo do Estado”, pontuou.

Foto: Viliane Gomes