PREFEITURA DE CARUARU

PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

quinta-feira, 20 de maio de 2021

TRÊS MAIORES FORAM PRESOS E UMA ADOLESCENTE APREENDIDA ENVOLVIDOS COM O TRÁFICO DE DROGAS EM CUPIRA

 





Na noite desta quarta-feira (19), após receberem informações de que um veículo Pálio branco de placa POU-4011 com três ocupantes, um homem e duas mulheres teriam se dirigido até a cidade de Cupira para realizar a entrega de dois quilos de maconha Rua Vereador Josafá Severiano no bairro do Mutirão em Cupira a um indivíduo conhecido por Kiko.

Na ocasião o Sargento Alves, Cabo Gildo Alves, Cabo Vagner, Cabo Patrício e os soldados Paula Correia, Peres e Hiago Oliveira, se deslocaram até aquela localidade e encontraram o veículo, momento este que realizaram a busca pessoal nos ocupantes do veículo Álvaro Rodrigues de Oliveira, de 20 anos; Kevyson Bosco Amorim Bernardo, de 23 anos e Suzyanne de Melo Machado, de 19 anos e encontraram R$ 1.578,00  em espécie, na bolsa da Suzyanne, valor este correspondente a entrega da droga. Também foi apreendida uma adolescente de 16 anos.

Os policiais indagaram aos envolvidos sobre a entrega das substâncias e eles relataram que por solicitação de um indivíduo chamado Vitinho, os três envolvidos, com consciência e vontade, transportaram aproximadamente dois quilos de maconha para Kiko do Mutirão. essa droga teria sido adquirida a um terceiro elemento na cidade de Agrestina. Nisso os policiais saíram em diligências pelo bairro Mutirão e se depararam com o indivíduo conhecido por Kiko, o qual os levou até um terreno baldio, local onde foram encontrados um quilo, trezentos e trinta e três gramas de maconha prensada, substancia essa que foi entregue ao Kiko pelos ocupantes do veículo Palio, bem como, 80 gramas de crack, 68 pedras de crack, 238 big-bigs de maconha e 22 gramas de maconha em uma bolsa de dudu, sendo todas as substâncias indicadas pelo indivíduo Kiko.

Ao final apresentatam todos os envolvidos na delegacia de plantão de Bezerros para ser realizado procedimento legal. É importante ressaltar que todos os envolvidos não sofreram nenhum tipo de violência, seja física ou psicológica e também não foi necessário o uso de algemas.