PREFEITURA DE CARUARU

PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

terça-feira, 1 de junho de 2021

ERICK LESSA VISITA OPERAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL E DESTACA A NECESSIDADE DE VACINAR GUARDAS MUNICIPAIS

 


Especialista em Segurança Pública, o deputado estadual Delegado Erick Lessa tem realizado várias ações com o objetivo de melhorar a segurança dos cidadãos, bem como garantir direitos aos profissionais do setor. Neste sentido, aproximando a estrutura policial da população dos bairros mais afastados do centro, o deputado solicitou a instalação de uma unidade móvel da Polícia Civil no Residencial Luiz Bezerra Torres, situado na periferia de Caruaru. Em resposta à solicitação, está ocorrendo a Operação Luiz Torres, que começou no dia 31/05 e encerra no próximo dia 04, contando com um efetivo diário de 05 policiais, entre eles, delegado, escrivão e agentes.

Segundo o deputado, o momento é oportuno para otimizar o atendimento à população. “A comunidade local tem a oportunidade de registrar Boletins de Ocorrências e realizar denúncias diretamente com os profissionais. É muito importante a participação dos moradores, para que a instituição venha a desenvolver ações cada vez mais efetivas no intuito de coibir a criminalidade”, orienta.

VACINAÇÃO

A atuação de Lessa também contempla os diversos profissionais que integram a Segurança Pública. Mesmo inseridos no grupo prioritário do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, guardas municipais e profissionais de segurança viária têm encontrado restrições para serem imunizados. Lessa tem sido procurado por vários representantes dessas categorias. Sensibilizado com esta situação, o parlamentar solicitou que as prefeituras sejam orientadas sobre o dever de vacinar esses profissionais. A solicitação foi realizada através de ofícios, que foram encaminhados ao secretário estadual de Saúde, André Longo, e a prefeituras de municípios do Agreste.

No documento, o deputado cita que o Plano Nacional da Vacinação, ao descrever o grupo prioritário “Forças de Segurança e Salvamento” descreve em seu Anexo I: “Policiais federais, militares, civis e rodoviários; bombeiros militares e civis; e guardas municipais”, trazendo também orientação da Nota Técnica nº 155/2021-CGPNI/DEIDT/SVS/MS que “Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas: recomenda-se iniciar pelos trabalhadores mais expostos, ou seja, os que se encontram na linha de frente das atividades de rua e segurança [...]”.

Foto: Viliane Gomes