PREFEITURA DE CARUARU

PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

MARGINAIS ASSALTARAM UM ENTREGADOR DE LEITE NA ZONA RURAL DO BREJO DA MADRE DE DEUS, SEQUESTRARAM SEIS VÍTIMAS E DOIS DELES FORAM PRESOS PELA PRF EM CARUARU

 








A Polícia Rodoviária Federal prendeu na tarde desta quarta-feira (11), Wellington George Duarte Neto, vulgo “Neto” de 21 anos, residente na Rua da Alegria no Loteamento Novo Mundo e Natanael dos Santos Silva, vulgo “Satã” de 24 anos, que mora na Vila do Rafael, na zona rural de Caruaru. Eles estavam num veículo HB20 branco, que foi tomado de assalto no começo do ano em Santa Cruz do Capibaribe e que estava com a placa clonada. Wellington já foi preso por tráfico em Toritama e o comparsa por roubo em Barra de Guabiraba.

Pela manhã os dois elementos tomaram de assalto uma picape Toyota que transporta leite, roubaram cerca de dois mil reais e fizeram reféns o proprietário, o filho dele e quatro passageiros, inclusive duas crianças e esse caso ocorreu no distrito de Cachoeira de Mandaçaia, na zona rural de Brejo da Madre de Deus. O proprietário da picape foi rendido e sob a mira de uma arma de fogo, acompanhado de um dos bandidos, foi guiando a sua picape, enquanto que dois dos bandidos e as outras quatro vítimas foram sequestradas e levadas dentro do HB20.



O Inspetor da Polícia Rodoviária Federal Sandro Martins, disse que os marginais foram presos na BR 104, próximo ao posto da PRF na Jurití, na zona rural de Caruaru e o que chamou a atenção de sua equipe foi o fato do veículo ser novo e estar sem o para-choques dianteiro e que na abordagem os elementos estavam portando aproximadamente 2 mil reais, uma bombona com leite e várias peças de roupas e que num grupo de PRF´s tomaram conhecimento que um veículo com as mesmas características teria sido utilizado pelos marginais que assaltaram e sequestraram as vítimas que só foram libertadas na zona rural de Taquaritinga do Norte. Segundo as vítimas um terceiro bandido ficou mantendo-as reféns num matagal em Taquaritinga do Norte e que só as libertou ao saber das prisões dos comparsas.

Os marginais e o material apreendido foram apresentados no plantão policial de Caruaru, para serem realizados os procedimentos cabíveis.