PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 8 de novembro de 2021

COLUNA DO DELEGADO LESSA

 


Crianças, a alma da sociedade

Uma triste notícia foi registrada nos veículos de comunicação na terça-feira (02): um recém-nascido abandonado foi encontrado dentro de uma bolsa em Olinda. Um vendedor ambulante ouviu o choro do bebê e, ao encontrá-lo, levou-o a um hospital. O menino nasceu com 2,740 quilos e 48 centímetros e ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva, sem previsão de alta. Após a repercussão, apareceram pessoas afirmando ser parentes do bebê e informando que os pais da criança seriam alcoólatras e usuários de outras drogas.

Esse caso revela que muitas crianças estão expostas às mais diversas formas de vulnerabilidade social. Nelson Mandela já dizia: “Não existe revelação mais nítida da alma de uma sociedade do que a forma como esta trata as crianças”. Se olharmos para o espelho do nosso tempo, vemos que estamos profundamente doentes.

Recentemente, a Unicef e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgaram que 07 mil crianças e adolescentes foram mortos no Brasil entre 2016 e 2020. Dessas mortes, 589 foram em Pernambuco apenas no ano passado. Outro relatório, elaborado por órgãos da ONU, mostra que as crianças e os adolescentes são as principais vítimas ocultas da pandemia da covid-19 no mundo. O estudo mostra que os impactos das restrições educacionais, alimentares e de renda podem perdurar durante a vida inteira.

As crianças anseiam por vida plena, com suas necessidades supridas nas mais diversas dimensões. Esse é o objetivo do Projeto de Lei Estadual nº 2691/2021, de nossa autoria, que vem avançando na Assembleia Legislativa com o intuito de transformar outubro no Mês Estadual da Proteção Integral às Crianças e Adolescentes. Nossas crianças merecem ser bem cuidadas, e todos temos responsabilidades nesta missão.