AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

CASA DO CAMPÔNES

CASA DO CAMPÔNES

CENTRAL DAS CAPAS

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

POLÍCIA CIVIL ESCLARECE A AUTORIA DO ASSASSINATO DO ADVOGADO MORTO EM CARUARU. ELE FOI EXECUTADO A MANDO DA EX ESPOSA E DO IRMÃO DELA





Foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (01) a Operação Patronus, para dar cumprimento a cinco mandados de prisões contra pessoas envolvidas no assassinato do advogado, André Ambrósio Ribeiro Pessoa, de 46 anos, que foi assassinado em frente a casa da ex-sogra no dia 12 de julho no Loteamento Itamaraty, no bairro Kennedy. O advogado que morava no Recife veio a Caruaru naquele dia e levou a filhinha de cinco anos e a babá para um shopping e quando voltou para deixar a filha na casa da avó, saiu do carro e foi surpreendido com a chegada de um homem que o executou na frente da criança e da babá.

Na execução da operação policial, foram empregados 38 (trinta e oito) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães. Além disso, destacamos o apoio da Polícia Civil do Estado da Bahia e de Sergipe. A Operação foi coordenada pela DINTER-1, supervisionada pela Chefia de Polícia Civil com assessoramento da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco - DINTEL.
Isadora, foi quem encomendou a morte do ex-companheiro junto com o irmão Isaac.

Ramon, foi o executor do crime.
Foi presa hoje no Recife, Isadora Ferreira de Almeida e já estava preso desde o dia 09 de agosto, Ramon Reis Silva, que cumpre pena num presídio de Aracaju e estão foragidos José Jameson de Sales, vulgo “Jairzinho”; Emerson Henrique de Azevedo, vulgo “Bê” e José Isaac Ferreira de Almeida. Isadora foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina de Buíque.

O delegado Dr. Rodolfo Bacelar, disse que o crime foi encomendado pela Isadora, que é ex esposa do advogado e o irmão dela, José Isaac que contrataram os três pistoleiros, Ramon, “Jairzinho” e “Bê” que vieram a Caruaru para cometer o crime e usavam o Aircros com a placa clonada. No momento do crime enquanto o Ramon foi abordar a vítima deixou os dois comparsas dentro do carro e teve o cuidado de afastar a babá e a criança do advogado, pois tinham essa recomendação dos contratantes de não ferir nem a menina que é filha da Isadora e nem a babá que é sua prima, inclusive a Isadora viajou para outro estado no dia do crime para criar um álibi e quanto a motivação o delegado afirmou que era porque a Isadora e o irmão eram sócios em algumas empresas do advogado e que seriam beneficiados financeiramente com a sua morte. O carro usado pelos bandidos foi abandonado e queimado na zona rural de Cupira. 

De acordo com o delegado, Emerson participou do assassinato de André, dando suporte no levantamento do local onde a vítima pegaria a filha e na fuga de Ramon, enquanto que o “Jairzinho” era o proprietário do veículo utilizado na morte da vítima, o Ramon é responsável por parte do Tráfico de Drogas no Estado de Sergipe e também praticava homicídios mediante paga. Estava homiziado em Caruaru há 5 meses, devido a ter executado um traficante rival por disputa de território.
Isaac é acusado de junto com a irmã encomendar a morte do ex-cunhado.
Emerson Henrique também participou do assassinato.
"Jairzinho" vinha cometendo vários assaltos em Caruaru e na região.

Se você sabe do paradeiro desses três marginais os denuncie ligando para o Disque-Denúncia Agreste através do telefone (81) 3719-4545 ou se comunique com a 20ª Delegacia de Homicídios de Caruaru, através do Whatsapp 9 9488-7042 e em ambos os canais o denunciante terá a garantia de anonimato.