POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

JOVEM É VÍTIMA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO NO ALTO DA BALANÇA E A CAÇA HOMICIDA PRENDE DOIS RAPAZES E UM DELES TENTOU SE DESFAZER DE UMA ARMA DE FOGO.


Na noite desta quinta-feira (20), foi vítima de uma tentativa de homicídio na Rua Maria Merandolina, no bairro Alto da Balança, Carlos Eduardo Francisco de Oliveira, de 20 anos, que mora na Rua R-15, no bairro Cidade Jardim. A Polícia Militar  tomou conhecimento do fato, mas chegando ao local à vítima já tinha sido socorrida por um popular para o HRA, onde a mesma recebeu os primeiros socorros e foi encaminhada para o bloco cirúrgico devido à gravidade dos ferimentos. Ela foi alvejada por aproximadamente de 04 a 05 disparos nas costas e o estado de saúde é considerado grave.



Sabendo do atentado o Sargento Álvaro e os soldados Florêncio, Trajano, T. Vieira,  Glécio e Márcio Farias da GE Caça Homicida, foram a área para realizar incursões e tentar prender os criminosos, onde receberam a denúncia que dois indivíduos envolvidos no atentado, estariam sentados numa varanda na Rua Copacabana, no bairro Riachão, eles viram os dois rapazes, mas um deles jogou um objeto no telhado, os policiais fizeram uma busca subindo ao telhado, onde encontraram um revólver calibre 38 e prenderam, Valdemir Paraiso Santana, de 28 anos, que mora na Travessa Americano Freire, no Salgado e Gabriel Luiz dos Santos, de 20 anos, residente na Rua Luiz Cavalcante, Alto da Balança,

Ao serem questionados, os suspeitos apresentaram a versão aos PMs, o Gabriel foi quem se desfez da arma jogando-a no telhado, disse que viu os elementos chegando num Fiat branco e efetuando vários tiros contra a vítima, ele então entrou em casa, foi buscar o revólver e efetuou alguns disparos contra os agressores que se evadiram e então a vítima foi levada por populares ao Hospital Regional do Agreste e o seu amigo, Valdemir não teve nenhuma participação no delito.

Os dois suspeitos foram levados ao plantão da 1ª DP, onde o delegado, Dr. Renato Gayão está analisando o caso e o Gabriel deverá ser autuado em flagrante por porte de arma e o amigo deverá ser liberado.