POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

SETE INTERNOS FORAM ASSASSINADOS NA FUNASE DE CARUARU.

Resultado de imagem para funase de caruaru





  

 
Uma enorme rebelião ocorreu na noite deste domingo (30) na Funase (Fundação de Atendimento Socioeducativo) em Caruaru, onde foram assassinados sete internos infratores que cumpriam medidas socioeducativas na unidade. As vítimas três tem 14 anos, dois tem 15, um tem 17 e apenas um deles é maior, Everton Ferreira Batista, de 18 anos.

O Sub-Comandante do 4º BPM, Major Adriel, informou que o efetivo foi acionado pela Central de Rádio da PM, para verificar uma rebelião na unidade, e conseguiu conter o motim, para a ação participaram policiais do Gati, Bepi, Rocam, Oficial de Operações e guarnições da área, mas quando os PMs chegaram na unidade encontraram um cenário de destruição com muito fogo, portas quebradas e foram recebidos a pedradas pelos internos, chegando ao local foi constatado que os socioeducandos do Modulo 01 tinham colocado fogo em uma das áreas do Modulo 02, pois eles haviam se desentendido. O Corpo de Bombeiros foi acionado e após apagar o fogo, foram encontrados sete cadáveres, entres os quais seis estavam carbonizados, sendo que um desses sem uma das pernas e outro possuía uma lesão na cabeça. O sétimo cadáver estava com um afundamento na face e as mãos decepadas. Imediatamente foi feita uma revista na qual foram encontrados chunchos (facas-artesanais) e pedras e paus. Para atear fogo nas vítimas os infratores utilizaram móveis de madeira, colchões, garrafões de água mineral e as chamas causaram muita destruição.

O IC (Instituto de Criminalística) foi ao local com o IML e a Polícia Civil, onde periciaram o local e fizeram os levantamentos cadavéricos, em seguida encaminharam os corpos para o IML da cidade.


Com esta chacina sobe para 29 mortos no mês de agosto e 193 no ano de 2016. Até o momento ainda não foram informados se os assassinos já foram identificados.