TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

DONA MACAXEIRA

DONA MACAXEIRA

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

terça-feira, 21 de novembro de 2017

POLÍCIA FEDERAL PRENDE DOIS BRASILEIROS POR TRÁFICO DE DROGAS EM VOO DOMÉSTICO COM CERCA DE 30 QUILOS DE MACONHA


A Polícia Federal em Pernambuco prendeu em flagrante, na tarde do dia 18/11/2017, por volta das 15h, dois brasileiros sendo que um trabalha como churrasqueiro, solteiro, 32 anos, natural de Vitória/ES e residente em Guarapari/ES-(não possui antecedentes criminais) e o outro é autônomo, solteiro, 25 anos, natural e residente em Guarapari/ES-(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico interestadual de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre através de cães farejadores. Numa dessas inspeções o cão farejador indicou duas malas com possível suspeita de conterem substância entorpecentes, cujos suspeitos embarcaram em Dourados/MS e tinha como destino final Recife/PE. As duas malas foram separadas e os proprietários identificados e chamados para presenciar a vistoria. A ação teve seu desfecho final quando os policiais federais ao procederem a abertura das malas vieram a descobrir mais de 30 tabletes de maconha que totalizou um peso bruto de 29.4Kg (vinte e nove quilos e quatrocentos) gramas.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido toda a droga encontrada os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e levados para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33, 35 e 40, inciso V da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual e associação) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.

Em seus interrogatórios os presos não deram maiores detalhes de quem os aliciou, disseram apenas que conheceram uma pessoa em Guarapari/ES, o qual lhes ofereceu a quantia de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) para irem até Dourados/MS, pegarem duas malas com a droga já pronta e viajar até Recife/PE, destino final da maconha. E quando desembarcassem no Aeroporto dos Guararapes já haveria uma pessoa para pegar a droga e lhes pagar a quantia acertada pelo serviço de transporte.