AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

CASA DO CAMPÔNES

CASA DO CAMPÔNES

terça-feira, 21 de novembro de 2017

POLÍCIA FEDERAL PRENDE DOIS BRASILEIROS POR TRÁFICO DE DROGAS EM VOO DOMÉSTICO COM CERCA DE 30 QUILOS DE MACONHA


A Polícia Federal em Pernambuco prendeu em flagrante, na tarde do dia 18/11/2017, por volta das 15h, dois brasileiros sendo que um trabalha como churrasqueiro, solteiro, 32 anos, natural de Vitória/ES e residente em Guarapari/ES-(não possui antecedentes criminais) e o outro é autônomo, solteiro, 25 anos, natural e residente em Guarapari/ES-(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico interestadual de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre através de cães farejadores. Numa dessas inspeções o cão farejador indicou duas malas com possível suspeita de conterem substância entorpecentes, cujos suspeitos embarcaram em Dourados/MS e tinha como destino final Recife/PE. As duas malas foram separadas e os proprietários identificados e chamados para presenciar a vistoria. A ação teve seu desfecho final quando os policiais federais ao procederem a abertura das malas vieram a descobrir mais de 30 tabletes de maconha que totalizou um peso bruto de 29.4Kg (vinte e nove quilos e quatrocentos) gramas.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido toda a droga encontrada os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e levados para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33, 35 e 40, inciso V da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual e associação) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.

Em seus interrogatórios os presos não deram maiores detalhes de quem os aliciou, disseram apenas que conheceram uma pessoa em Guarapari/ES, o qual lhes ofereceu a quantia de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) para irem até Dourados/MS, pegarem duas malas com a droga já pronta e viajar até Recife/PE, destino final da maconha. E quando desembarcassem no Aeroporto dos Guararapes já haveria uma pessoa para pegar a droga e lhes pagar a quantia acertada pelo serviço de transporte.