AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

CASA DO CAMPÔNES

CASA DO CAMPÔNES

segunda-feira, 4 de junho de 2018

POLÍCIA CIVIL APRESENTA OS DETALHES DE FEMINICÍDIO OCORRIDO NA SEMANA PASSADA EM GARANHUNS




Uma coletiva de imprensa foi realizada na manhã desta segunda-feira (04), na sede da DINTER-1 – Diretoria Integrada do Interior 1 da Polícia Civil em Caruaru, onde foram repassados detalhes de um crime de morte ocorrido na semana passada em Garanhuns. A vítima, Maria Jaqueline da Silva, de 19 anos foi assassinada pelo amante, Marcelo José Bezerra, de 28 anos que foi preso.

Participaram da coletiva de imprensa o Diretor da DINTER-1, Dr. José Rivelino, do Diretor de Operações da DINTER-1, Dr. Sérgio Moura, do Delegado Seccional de Garanhuns, Dr. Luiz Bernardo e do Delegado de Brejão, Dr. Caio Morais.

O Dr. Caio Morais, que estava de plantão na DEAH (Divisão Especial de Apuração de Homicídios), foi quem prendeu o assassino na tarde da última sexta-feira (01), após pela manhã ter acompanhado o levantamento cadavérico da vítima, que estava desaparecida desde a manhã da terça (29) e informou que a vítima que era casada há três meses vinha mantendo um relacionamento extra-conjugal com o acusado, que a matou porque ela queria que ele se separasse da esposa para assumir o romance e na manhã da terça-feira,como era rotina, ele foi a casa dela onde fizeram sexo e com o argumento de que teriam que conversar sobre o relacionamento num local reservado, eles foram a um matagal e lá ele a jogou de uma ribanceira de aproximadamente 3 metros de altura, ela ficou desacordada e ele a levou nas costas a um local de difícil acesso onde a esganou com o próprio vestido e depois amarrou as pernas e os braços da vítima e depois demonstrando comoção, ainda participou das buscas acompanhado do esposo dela. 

O delegado afirmou também que o acusado em vários momentos entrou em contradição e diante das provas colhidas confessou o crime, nisso o delegado solicitou a sua prisão preventiva e a justiça expediu imediatamente e o criminoso foi encaminhado a Cadeia Pública de Saloá.