POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

terça-feira, 3 de maio de 2016

POLÍCIA FEDERAL AUTUA EM FLAGRANTE UM PAULISTANO POR TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS APÓS SER FLAGRADO PELO RAIO X EM FISCALIZAÇÃO DA RECEITA FEDERAL NO AEROPORTO DOS GUARARAPES E APREENDE 13KG DE HAXIXE (RESINA DA MACONHA).



A Polícia Federal em Pernambuco autuou em flagrante no dia 29/04/2016 por volta das 19h, THIAGO CARNELOS VICENTE, brasileiro, casado, 32 anos, Disk-Jockey, natural e residente em Mogi das Cruzes/SP-(possui antecedentes criminais, já foi detido em agosto de 2012 por posse de entorpecentes). A prisão aconteceu em virtude de fiscalizações de rotina promovidas pela Receita Federal do Brasil no Aeroporto Internacional dos Guararapes-Gilberto Freyre/PE através do seu serviço aduaneiro que identificou através do aparelho de “raios x” a presença de uma substância suspeita no interior da mala de THIAGO o qual estava transportando quando do seu desembarque oriundo de Lisboa-Portugal onde posteriormente pegaria outro voo com destino final para São Paulo/SP.

A ação teve seu desfecho final quando a equipe de policias federais e da Receita Federal ao fazerem a inspeção na mala do suspeito lograram êxito em encontrar num fundo falso acondicionados em papel carbono 90 (noventa) pequenos tabletes de uma substância que ao passar por exame “narcoteste” resultou positivo para Haxixe (resina extraída de maconha que possui uma alta concentração de THC, princípio ativo da maconha que responsável por produzir o efeito alucinógeno) que resultou num peso bruto de aproximadamente 13Kg (treze quilos). Também foi encontrado uma pequena quantidade de Skank (maconha cultivada em laboratório com efeito concentrado).

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido a droga encontrada o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais, onde acabou sendo autuado pela prática do crime contido no artigo 33, 35 e 40 inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de drogas e associação) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal e em seguida foi encaminhado para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, onde ficará à disposição da Justiça Federal/PE. Além da droga também foram apreendidas passagens aéreas, bala de precisão, triturador de Skank e um aparelho celular.

Em seu interrogatório o preso informou que através do consumo de haxixe numa festa em São Paulo teve acesso ao fornecedor da droga (não deu detalhes sobre a pessoa) que lhe propôs viajar para o exterior com o objetivo de trazer uma grande quantidade de haxixe e para isso ele seria remunerado com a quantia de R$ 15 mil reais e como, estava desempregado e passando por situação financeira difícil resolveu então aceitar a proposta, tendo recebido R$ 5 mil adiantados e com esse dinheiro pagou algumas dívidas e retirou o passaporte com o objetivo de embarcar para Barcelona na Espanha onde o fornecedor da droga faria contato por telefone. Ao chegar em Barcelona ficou hospedado numa pousada e um homem no qual nunca viu antes lhe entregou a mala com toda a droga já acondicionada e preparada. Ao fazer a viagem de volta para o Brasil acabou sendo preso.

Pela forma de apresentação a droga é oriunda do Marrocos país que integra o continente africano e que é um dos maiores produtores de haxixe para de lá ser traficada para a Espanha e ser distribuída para toda a Europa e restante do mundo.


Este ano já é a 6ª apreensão de drogas que a PF realiza em Recife no ano de 2016. Até agora, 11 pessoas (10 homens e 1 mulher) foram presos e apreendidos 2Kg de pasta base e 1.273Kg de maconha e 1,1Kg de crack, 13Kg de haxixe, 5Kg de fenacetina, 3Kg de bicarbonato de sódio e 12Kg de manitol. Em 2015 a PF conseguiu prender 34 (trinta e quatro) pessoas por tráfico de drogas, 862Kg (oitocentos e sessenta e dois quilos) de maconha,156Kg (cento e cinquenta e seis) quilos de pasta base de cocaína, 28Kg (vinte e oito) quilos de crack e 614Kg (seiscentos e quatorze) quilos de cocaína pura;