POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

terça-feira, 11 de outubro de 2016

DOIS CASAIS FORAM ASSASSINADOS A TIROS EM CARUARU.

Juliete, foi socorrida e levada ao HRA, onde faleceu.

           
Aldenize e...

                            
Jefferson...
Morreram lado a lado.
Layvison...

tentou correr, mas foi alcançado pelos algozes e também executado.

A casa, onde ocorreu a chacina em frente pertencia ao Layvison.
 

Quatro pessoas foram baleadas por volta das 11 horas da noite desta segunda-feira (10), na Rua do Contorno, entre o Loteamento Parque Real e o bairro Maria Auxiliadora em Caruaru. Três das vítimas morreram no local e uma quarta foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu, em seguida foi levada ao Hospital Regional do Agreste, onde também faleceu.
Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros fizeram o socorro da única vítima que estava viva.
Morreram no local, Layvison Moura da Silva, de 27 anos, que morava na Rua Nereu Ramos, no bairro Jardim Panorama; Jefferson Daniel de Melo Silva, de 22 anos, que residia na Avenida Cícero Rodrigues, na Vila Kennedy e Aldenize Pessoa Olimpio, de 21 anos, que morava na 3ª Travessa do Pacífico, Santa Rosa. A quarta vítima, Juliete Pâmela Gomes, de 25 anos, que foi levada ao HRA, não resistiu e também faleceu.


O perito criminal Dr. Carlos Henrique, informou que as vítimas foram mortas com tiros de revólver calibre 38 e que pela quantidade de tiros a chacina foi cometida por pelo menos dois elementos. Ao lado dos corpos estavam um veículo Golf vinho, placa CEK-0675 de Osasco-SP e uma moto Biz vermelha, placa KKE-0399, que pertenciam as vítimas. Jefferson foi atingido por sete disparos, sendo um no pescoço, quatro na cabeça e dois nas costas; Layvison foi morto com dois tiros nas costas; Aldenize com três tiros, sendo um no peito, um nas costas e um na cabeça e a Juliete com dois, sendo um no ombro e um na cabeça.

O delegado da DEAH (Divisão Especial de Apuração de Homicídios) Dr. Sérgio Moura, descartou a hipótese de latrocínio e afirmou que houve uma execução e que está investigando o passado das vítimas para se chegar a autoria do crime. Ele obteve a informação de que os dois rapazes eram usuários de maconha, mas está reunindo todas as provas para chegar  uma conclusão plausível.

Com estes sobe para 10 o número de pessoas assassinadas no mês de outubro e 173 no ano de 2016. Os corpos foram encaminhados para o IML local.