POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

HOMEM MATA COMPANHEIRA EM ANGELIM E É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL.

simone

vitima-simone
Uma mulher de 26 anos foi assassinada pelo companheiro por volta das 22h deste sábado (15/10), no município de Angelim, Agreste de pernambucano. O crime aconteceu na residência do casal, situada na Rua Prof. João de Souza, mais conhecida como Rua do Açude, área periférica da cidade.
devanilson

De acordo com a Polícia Civil, o casal bebia desde cedo da noite, quando se desentenderam, tendo o suspeito Devanilson de Souza da Silva, de 31 anos, pego uma faca de mesa que estava sendo usada para cortar petiscos e efetuado um golpe na altura da coxa de sua companheira, a Simone Albuquerque da Silva, que tentou de várias maneiras estancar o sangue, porém não conseguiu e veio a óbito na cozinha da casa.
torniquete

Devanilson ainda tentou socorrer a companheira quando há viu perdendo muito sangue. Ele teria amarrando uma toalha em sua perna em forma de torniquete pra estancar o sangramento, mas não serviu. Desesperado, ele fugiu da casa e deixou uma filha menor de 1 anos de idade na casa da vizinha e pediu pra que socorressem a Simone que ela estava esfaqueada, em seguida desapareceu levando um dos filhos de 5 anos de idade.

Com a chegada da polícia, foi percebido que havia muito sangue em todos os compartimentos da casa, inclusive dois colchões juntos com forros de cama se encontrava ensopado de sangue no quintal da residência. A Polícia Civil deu início as investigações para identificar o suspeito que não tinha nem um tipo de documentação, sendo encontrados exames médico na casa, em nome de um homem que possivelmente seria o assassino, posteriormente foi constatado que era um nome falso usado por ele, pois era fugitivo da justiça e havia mandado de prisão em aberto em seu desfavor. Ele havia sido preso por roubo em Recife, foi posto em liberdade e não compareceu ao Fórum para assinar o processo que cumpria pena, sendo assim decretada sua prisão.


Com a chegada da polícia, foi percebido que havia muito sangue em todos os compartimentos da casa, inclusive dois colchões juntos com forros de cama se encontrava ensopado de sangue no quintal da residência. A Polícia Civil deu início as investigações para identificar o suspeito que não tinha nem um tipo de documentação, sendo encontrados exames médico na casa, em nome de um homem que possivelmente seria o assassino, posteriormente foi constatado que era um nome falso usado por ele, pois era fugitivo da justiça e havia mandado de prisão em aberto em seu desfavor. Ele havia sido preso por roubo em Recife, foi posto em liberdade e não compareceu ao Fórum para assinar o processo que cumpria pena, sendo assim decretada sua prisão.