AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

CASA DO CAMPÔNES

CASA DO CAMPÔNES

GIVALDO RECON PEÇAS

GIVALDO RECON PEÇAS

quarta-feira, 30 de maio de 2018

OPERAÇÃO DAS FORÇAS DE SEGURANÇA DE PERNAMBUCO DESOBSTRUI VIAS NO ENTORNO DO PORTO DE SUAPE







Procedimento, finalizado por volta das 3h de hoje, ocorreu de forma pacífica e vem garantindo o fluxo de caminhões-tanque com combustíveis transportados do complexo portuário

Cumprindo determinação judicial, as forças de segurança de Pernambuco realizaram, na madrugada desta quarta-feira (30), uma operação que desmobilizou os pontos de bloqueio montados pelos caminhoneiros na BR-101 Sul (altura da Vitarella) e na Avenida Portuária. Com isso, está sendo normalizado o transporte de combustível, por meio de caminhões-tanque, do Porto de Suape para as redes de postos do Estado. A operação,  ocorrida entre 23h e 3h, contou com a participação de 332 homens das polícias Militar, Civil, Científica, do Corpo de Bombeiros Militar e apoio do Grupamento Tático Aéreo, sob coordenação do governador Paulo Câmara, diretamente do Gabinete de Crise instalado no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR). A desobstrução foi pacífica, após conversa com os manifestantes, e as polícias permanecerão monitorando e ocupando essas vias para garantir o fluxo.

"Essa foi uma operação planejada de nossas forças policiais, bem sucedida, que não teve nenhum conflito. E que vai assegurar o ir e vir do transporte de combustível, de gás de cozinha e de outras mercadorias para abastecer todo o nosso Estado. Contamos com o apoio da Justiça Federal, da Justiça do Estado, do Ministério Público, que nos ajudaram a ter esse desfecho que é importante para a população pernambucana, que vinha sofrendo com o desabastecimento. Vamos continuar trabalhando ao longo do dia de hoje e dos próximos dias para que tudo volte ao normal, no Interior do Estado e na Região Metropolitana, retomando a nossa rotina", avaliou o governador Paulo Câmara.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, também comentou a operação. “Foi cirúrgica e rápida, do planejamento à execução, e concluída sem uso de força. Aguardamos o momento certo e empregamos Choque, Rocam, Bope, Gati , Radiopatrulha, Batalhão de Trânsito, delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil, além dos bombeiros caso houvesse algum incidente com fogo”, disse.