AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

DRIVE TOUR BRASIL

DRIVE TOUR BRASIL

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

SOLDADO J. NETO QUE ESTAVA DE FOLGA E A ROCAM DE BEZERROS PRENDERAM UM TRAFICANTE COM UM QUILO E MEIO DE MACONHA E UMA ESPINGARDA USADA POR ELE PARA MATAR UM DESAFETO NA ÚLTIMA SEXTA

"Vitinho" foi morto com um tiro de grosso calibre na face.

Na última sexta feira, por volta da 00:00 hora, ocorreu um homicídio no Auto da Estrela ,próximo a passagem molhada em Bezerros, a vítima tratava-se de “Victor Guilherme da Silva”,vulgo ”Vitinho”, de 17 anos, que era envolvido com tráfico de drogas e foi alvejado por um disparo de arma de fogo de grosso calibre na região da face, vindo a falecer no local. De posse de tais informações, o soldado J. Neto que estava de folga, juntamente com os soldados Mendonça, Tulio Pinto, Leandro, Valdemir Santos e Taylline da ROCAM e de uma guarnição ordinária de Bezerros, deram início a uma minuciosa investigação, que na noite desta segunda-feira (19) os levou a pessoa de “Ednaldo José da Silva”, vulgo “Nado” que teria sido o responsável por tal homicídio.


Os policiais chegaram até ele através de informações da Polícia Civil de Bezerros e levantamento do soldado J. Neto,nisso o policiamento se dirigiu até a residência do “Nado”, que havia acabado de chegar em casa com drogas. Com a chegada do efetivo, o imputado tentou se desfazer de meio quilo de maconha, sem êxito pois foi alcançado e detido ainda dentro de sua residência. As informações davam conta de que a arma utilizada no homicídio estaria escondida na casa de um senhor Edgar Francisco Tenório, que teria guardado a espingarda calibre 12 a pedido do “Nado”, que ao ser identificado e encontrado em sua residência, Edgar informou que estava com a espingarda e que guardou a pedido do “Nado”. Em sua residência foi encontrada a espingarda com dois cartuchos intactos.

Nado ainda informou que matou o “Vitinho” devido um furto efetuado por ele no período do carnaval, onde foi levado dinheiro e um aparelho celular que pertencia ao imputado, ele ainda relatou que no Sítio Boqueirão havia mais um quilo de maconha enterrada. Os policiais se deslocaram até lá onde foi constatada a veracidade das informações prestadas pelo imputado. Foi encontrado mais um quilo de maconha e um indivíduo, o Adeildo Pedro Laurentino, que segundo “Nado”, estaria guardando a droga em sua propriedade. Com a apreensão da droga, da espingarda e a confissão do “Nado”, os PMs conduziram todos a DP onde foi lavrado o procedimento contra tais indivíduos.