TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

quarta-feira, 27 de julho de 2016

CABEÇA DE DETENTO MORTO NA REBELIÃO DO FIM DE SEMANA É ENCONTRADA DENTRO DA PENITENCIÁRIA JUIZ PLÁCIDO DE SOUZA EM CARUARU.


A cabeça está irreconhecível.
Uma cabeça de um dos detentos mortos na rebelião ocorrida do sábado para o domingo do último fim de semana foi encontrada na manhã desta quarta-feira (27) em cima da cisterna no interior da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, onde ocorreram duas rebeliões a primeira de sábado para domingo resultando em 6 mortos e 11 feridos e a outra na manhã da segunda-feira, que deixou um saldo de 9 feridos.

Os mortos na rebelião já foram identificados, são eles: Leandro Antonio da Silva, de 24 anos, que é de São Joaquim do Monte; Petrônio Sérgio de Lima Pereira, de 40 anos; Fábio Geraldo de Barros, de 44 anos, de Agrestina; Ivanildo Alves de Oliveira, de 45 anos, de Riacho das Almas; Daniel Severino da Silva, de 23 anos de Caruaru e Paulo Henrique Moura Brito, de  23 anos, de Toritama. Eles foram mortos a golpes de chuncho e três deles tiveram suas cabeças decepadas, das seis vítimas os corpos de quatro delas já foram liberados.

O diretor do IC (Instituto de Criminalística) de Caruaru, Dr. Bruno Santos, foi quem fez a perícia na cabeça e informou que a mesma foi encontrada dentro de uma bacia, em cima da cisterna da unidade, totalmente carbonizada e em estado avançado de decomposição e devido ao fato de está muito estragada não dá para confirmar na perícia inicial qual foi o tipo de arma usada para a decapitação, mesmo a cabeça sendo localizada em cima da cisterna da unidade o diretor garantiu que a água não foi afetada. A cabeça foi encaminhada para o IML do Recife.


A direção da unidade conseguiu junto a Vara das Execuções Penais fazer a transferência de 176 presos para outros presídios e outros presos estão sendo beneficiados com a ação da justiça em rever se já cumpriram suas sentenças e alguns deles já deixaram a penitenciária.