TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

COLISÃO DE TRÂNSITO DEIXA DOIS MORTOS E DOIS FERIDOS NA BR 104 EM CARUARU.


Emerson.

Bruno.






 

 
O Emerson era policial civil de Alagoas.
 
Os militares do Corpo de Bombeiros tiveram muito trabalho, nessa foto o Cabo Cavalcante e o soldado Matheus, limpam a pista para evitar acidentes.
Capitão Henrique, Sargento Ted Kennedy, Cabo Henrique e Sargento Espíndola.
 Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas numa colisão de trânsito envolvendo um caminhão e uma picape S 10, que aconteceu por volta das 3:30h da tarde desta quinta-feira (24) na BR 104, próximo a entrada do sítio Terra Vermelha, na zona rural de Caruaru, a poucos metros da divisa com Agrestina.

As vítimas mortas e lesionadas estavam na picape, os mortos são, o policial Civil de Alagoas, Emerson Lupertino Cardoso, de 52 anos e Bruno Luiz da Silva, de 29 anos, já Josias Emanuel Guilherme da Silva, de 35 anos e Gilson Pontes de Albuquerque, de 49 anos, sofreram ferimentos leves e foram socorridos pelo Samu e levados ao Hospital Regional do Agreste em Caruaru.

O caminhão pertence a uma empresa que fabrica charque do Rio de Janeiro, o motorista Severino Barbosa, falou que tinha acabado de fazer uma entrega na cidade de Cupira e que estava vindo a Caruaru, de repente a picape invadiu a sua mão e colidiu do seu lado, eles e o seu ajudante tiveram apenas ferimentos leves, no entanto viu a picape cair na ribanceira. Ele iria pernoitar em Caruaru e amanhã faria outras entregas no Sertão de Estado, o mesmo informou que tem 61 anos de idade, tem anos de profissão e essa foi a primeira vez que se envolveu num acidente e lamenta profundamente pelas pessoas que perderam as suas vidas.

O Capitão Henrique do Corpo de Bombeiros, falou que o policial civil era quem guiava a picape, o mesmo foi arremessado para fora do carro e o Bruno Luiz ficou preso as ferragens e devido ao fato do carro ter caído da ribanceira a sua equipe teve muito trabalho para retirá-lo das ferragens e precisou de cabos para levar as ferramentas para o local e depois retirar os corpos. Ao todo 08 Bombeiros Militares participaram da ocorrência e duas viaturas do Samu.

O Inspetor Neves da Polícia Rodoviária Federal, disse que segundo relatos de testemunhas o motorista da picape foi quem provocou o acidente, ele foi olhar o celular e pegou a faixa contrária colidindo de frente no caminhão. O Inspetor garantiu que os quatro ocupantes da picape estavam usando o cinto de segurança e dois dos ocupantes morreram devido a violência do impacto.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML local.