POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Parte II – DE QUE LADO A SOCIEDADE ESTÁ? Participação dos internautas.


Começamos a coluna da semana passada com o seguinte parágrafo: em recente pesquisa realizada em programa de televisão brasileiro, de grande audiência, foi indagado a 8 (oito) pessoas, se um policial e um traficante estivessem feridos, simultaneamente, qual das pessoas feridas aqueles entrevistados socorriam. Como resultado da pesquisa, pasmem, 7 (sete) disseram que socorreriam o traficante enquanto que apenas uma socorreria o policial ferido.

Dito isso, abrimos para receber contribuições e opiniões, tendo recebido diversas mensagens eletrônicas de profissionais de saúde, inclusive que não reside no Estado de Pernambuco, bem como de muitas outras pessoas, da área de segurança, da educação, enfim muitas participações, no que agradeço a audiência e contribuição dos internautas.

Começo trazendo a importante contribuição do profissional da saúde, que disse em resumo, que é importante analisar, de início, a gravidade dos ferimentos de cada vítima, sendo colocado em ação através de uma tabela chamada protocolo de Manchester para verificar o risco de morte dos feridos. Registro, porém, que quando indaguei ao leitor e excelente profissional pelo que percebi na interação, afirmou categoricamente que, se o policial e o traficante estivessem em mesmo estado de gravidade ele atenderia primeiro, o profissional de segurança pública.

Outra importante participação que faço questão de trazer foi de um profissional de segurança pública que afirmou que no local onde a enquete foi feita (Rio de Janeiro) muitas pessoas não acreditam na honestidade dos policiais que lá trabalham, mas ainda assim, afirmou que socorreria o policial ferido.

Passo também a mencionar a contribuição de uma funcionária de uma imobiliária de Caruaru, que reside numa cidade da nossa região e que afirmou, que sem sombra de dúvidas socorreria o policial, e condenou a maneira como algumas pessoas da sociedade desvalorizam o profissional de segurança pública.


Enfim foi muito importante a participação de todos, e percebemos que a maneira como a enquete foi realizada foi decisiva para a tendência das pessoas em afirmar que socorreria o traficante e não o policial. Fica aqui a gratidão pela relevante contribuição de todos e vamos continuar interagindo pelo meu e-mail pessoal: ericklessa04@gmail.com trazendo assim à discussão os temas importantes para a sociedade. Fique atento a próxima edição da coluna HORA DA CIDADANIA, que é divulgada todas as segundas aqui no blog do Adielson Galvão.