TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

quinta-feira, 6 de abril de 2017

DUPLA COMETE UMA SÉRIE DE ASSALTOS EM CARUARU E ACABA PRESA PELA ROCAM





Dois elementos cometeram pelo menos quatro assaltos na tarde desta quinta-feira (06) em Caruaru, mas acabaram se dando mal. Luiz Felipe Santos de Oliveira, de 19 anos, que mora na Rua do Madeiro, no bairro Santa Rosa e um adolescente de 16 anos, que reside no bairro Salgado, foram presos pelo Sargento Melo e os soldados Wolney, Simon e Vieira da ROCAM, que além de recuperarem duas motos que a dupla tinha tomado de assaltos, apreenderam um revólver calibre 38 com seis munições intactas.

A delegada do plantão, Dra. Rita de Cássia, disse que a dupla cometeu pelo menos quatro assaltos e que uma das vítimas pegou o carro e foi atrás da dupla e que na fuga eles colidiram em um carro e mesmo feridos se embrenharam no matagal e mais adiante saíram do mato e um mototaxista ao ver que eles estavam feridos parou a moto para socorrê-los e eles anunciaram o assalto, tomaram a moto e R$ 300,00 da vítima e como a Polícia Militar já estava a procura deles, os localizou tentando fugir pela Avenida Jaboatão, sentido a cidade de Agrestina e quando perceberam que estavam sendo seguidos pela guarnição, o menor tentou atirar no policiamento e houve a reação a injusta agressão e o menor foi baleado na perna e o Felipe perdeu o controle da moto e ambos caíram e foram presos.


A delegada disse ainda que o Felipe já foi preso duas vezes por assalto e que esse menor foi pego recentemente com um comparsa, na ocasião foram apresentados no seu plantão o comparsa que era maior foi autuado em flagrante e esse adolescente foi liberado e agora mais uma vez foi apreendido aprontando. Ela disse que nessa bronca atual, ambos foram autuados em flagrante, o Felipe será apresentado na audiência de custódia e o menor será apresentado no Ministério Público que irão decidir se eles serão ou não recolhidos ao presídio e a Funase respectivamente.