ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

quinta-feira, 6 de julho de 2023

DELEGADA DE JUPI DIZ QUE IRMÃ PLANEJAVA ENVENENAR IRMÃOS HÁ CERCA DE DOIS MESES

 


A mulher que foi presa após consumir e dar a três irmãos iogurte misturado com veneno de rato, na cidade de Jupi, no Agreste de Pernambuco, estava “cansada de cuidar” dos três. A informação foi repassada pela delegada Graça Canuto, que está à frente do caso, em coletiva de imprensa, em Caruaru, nesta quarta-feira (5).

Ainda segundo a delegada, Mauriceia Andrade Pereira, de 29 anos, chegou a gravar um vídeo explicando a motivação.

Esse vídeo foi encontrado por um filho de 11 anos da suspeita e seria destinado a uma amiga que a ajudava a cuidar dos irmãos. “No vídeo, ela deixou para falar que tinha sido ela, a intenção era dela, o planejamento era dela e de mais ninguém”, completou a delegada, afirmando, ainda, que a mulher não foi interrogada e está internada sob custódia.

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, a suspeita e as vítimas foram encontradas por familiares e levadas ao Hospital Regional Dom Moura (HRDM), em Garanhuns.

Os irmãos da mulher, Juceli de Andrade Pereira, de 23 anos, Suelange Andrade Pereira, de 31 anos e João Paulo Andrade Pereira, de 27 anos, estão todos em estado grave, dois foram transferidos para o Hospital Perpétuo Socorro, também em Garanhuns, ela e a outra vítima seguem no Dom Moura.

A delegada ainda explicou que a suspeita falava sobre envenenar a si e aos irmãos há cerca de dois meses.

O delegado Flávio Pessoa disse que as investigações seguem para saber, por exemplo, onde o veneno foi comprado. Quando a autuada receber alta, ela terá o depoimento colhido pela polícia.

A delegada Graça Canuto também afirmou que a perícia deve indicar por que os irmãos estão em estado grave e a suspeita não. As suspeitas são de que ela tenha ingerido uma quantidade menor, bem como a que foi socorrida primeiramente.