TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

terça-feira, 5 de julho de 2016

POLÍCIA CIVIL FAZ COLETIVA DE IMPRENSA PARA APRESENTAR DETALHES DA PRISÃO DO “MONSTRO” QUE MATOU MENINA DE TRÊS ANOS EM TAQUARITINGA DO NORTE.


Participaram da coletiva o seccional de Santo Cruz do Capibaribe, Dr. Júlio Porto, o chefe da Dinter-01, Dr. Nehemias Falcão e o delegado que prendeu o assassino, Dr. Victor Leite.

Na manhã desta segunda-feira (04) foi realizada a coletiva de imprensa, na Delegacia Regional de Caruaru, que trouxe o resultado final das investigações sobre o assassinato de Ashley Yasmin Ferreira da Silva, de apenas 3 anos, morta de forma brutal em 26 de junho, em uma residência de um assentamento no Sítio Algodão, zona rural de Taquaritinga do Norte.

O acusado, José Antônio dos Santos Irmão (61 anos) foi o autor do assassinato, que também tentou matar a avó (com que tinha um relacionamento conjugal) e o bisavô da criança (um idoso de 80 anos), foi preso no último sábado (02), após uma denúncia anônima.
Durante a entrevista, o delegado Dr. Victor Leite, que está à frente das investigações, citou que o acusado teria uma conduta possessiva e confirmou que a criança foi morta como forma de vingança contra a atual mulher. Ele também revelou detalhes das investigações.

“Elas apontam que ele era um indivíduo extremamente possessivo em relação as companheiras que ele tinha. A companheira de Caruaru foi assassinada e ele condenado a 18 anos de reclusão e essa companheira de Taquaritinga, ele alegando que ela não lhe dava o amor necessário, a única saída que ele entendia ser justificável naquele momento, era matá-la.  Tentou matar o sogro, não conseguiu e como não conseguiu matar os dois, descontou toda sua raiva na criança, que estava dormindo na hora” – disse.

O delegado citou ainda que o assassino passa a responder, além da morte da criança, por outros crimes: duas tentativas de homicídio e também a condenação a 18 anos de cadeia pela morte da ex-mulher, crime ocorrido em 2011, também em Caruaru.

“Espero que ele pegue a pena máxima por esses crimes” – disse o delegado, que completou que ele está no presídio de Santa Cruz do Capibaribe, preso ainda de forma preventiva, mas o mandado de prisão deve ser expedido nos próximos dias.