AUTO VIP

AUTO VIP

TEFNET

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

NORDESTE RASTREAMENTO

NORDESTE RASTREAMENTO

CFC MONTEIRO

CFC MONTEIRO

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

domingo, 11 de fevereiro de 2018

HOMEM É ASSASSINADO EM PRAÇA PÚBLICA, ASSASSINO FOI PRESO PELA POLÍCIA CIVIL




Um crime bárbaro foi registrado no Povoado de Poço Comprido, no município de Correntes por volta das 17h50, de sábado (10). De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi José Galdino Gomes Neto, o “Zé Neto”, que completaria 51 anos neste domingo (11), e morava no Sítio Jacaré, naquele município.

A vítima se encontrava na Rua João Pinheiro de Araújo, praça principal do povoado, onde acontecia uma festividade carnavalesca, quando foi executado com cerca de três disparos de arma de fogo, desferidos pelo José Ademilton Ferreira, Vaqueiro, de 37 anos, natural de Maceió/AL, mas residindo numa fazenda a poucos quilômetros do povoado. No momento do crime, ele utilizava uma espingarda calibre 20, e chegou ao povoado montado a cavalo, no qual, fugiu após executar Zé Neto.

Ainda segundo a Polícia Civil, após a prática criminosa, a equipe da Delegacia Especializada em Apuração de Homicídios (DEAH), coordenada pelo delegado regional Luiz Bernardo, iniciou as investigações que culminou com a prisão em flagrante do assassino, assim como também, de outro elemento que dava fuga a ele, num veículo Pálio de cor vermelha, por uma estrada de acesso ao Povoado de Olho D’água, no referido município.

Os Agentes foram até a casa do vaqueiro, mas ao chegar à residência ele já havia se evadido. Os policiais permaneceram na estrada de acesso ao Povoado de Olho D’água, quando em determinado momento foi avistado um veículo suspeito, de pronto a equipe montou uma barreira policial para abordar o automóvel, que ao se aproximar foi surpreendido pelos Agentes. No interior do Pálio se encontrava como motorista, o Fernando Ferreira de Lima, acompanhado de sua esposa com uma criança nos braços. Ao verificar se havia mais pessoas no carro, foi percebido que o Vaqueiro se encontrava abaixado sobre o piso, vestindo roupas camufladas e, ao seu lado, a espingarda utilizada no crime, junto com uma cápsula deflagrada de calibre 20, segundo a PC.

Os dois elementos, Fernando Ferreira, e José Ademilton receberam voz de prisão em flagrante e foram levados ao plantão carnavalesco na cidade de Garanhuns, onde foram autuados em flagrante pelo delegado regional Luiz Bernardo.

A princípio, o motorista disse que havia sido rendido pelo vaqueiro que o obrigou a dá-lhe fuga, mas o delegado disse ter obtido informações que eles seriam compassas bastantes conhecidos no município, descartando a possibilidade de ele ter sido rendido, informou o delegado.

O Vaqueiro confessou o crime e alegou que vinha tendo desavença com a vítima já há algum tempo, tendo os ânimos se acirrado neste sábado e culminou no assassinato.

Os presos foram encaminhados para audiência de custodia no fórum de Garanhuns.