Prefeitura de Caruaru

Prefeitura de Caruaru

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

segunda-feira, 13 de novembro de 2023

PRF FAZ ESCOLTA DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA QUE REALIZARAM O SONHO DE CONHECER O MAR

Na chegada à capital, o grupo que veio da cidade de Arcoverde teve viatura e motos da PRF abrindo passagem até a praia de Boa Viagem





A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, neste sábado (11), a escolta de 12 crianças que além da deficiência física têm em comum em suas histórias o sonho de conhecer o mar. Uma corrente do bem foi feita e elas viajaram pela primeira vez de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, até a capital para realizar esse sonho. Em Recife, o grupo contou com a escolta de viatura e motos da PRF até a Praia de Boa Viagem, onde eram esperadas pelos parceiros do Projeto Praia sem Barreiras.

Foram 12 crianças, sendo 11 usuárias de cadeira de rodas e uma com microcefalia e mobilidade reduzida, que tiveram a oportunidade de ver o mar pela primeira vez. A ação aconteceu no Posto 07, na Avenida Boa Viagem, na arena do projeto social Praia sem Barreiras, realizado pela UNINASSAU, em parceria com a Prefeitura do Recife e Empetur.

Dois motociclistas da PRF e uma viatura quatro rodas acompanharam o ônibus que transportava os pequenos e seus familiares. Para o tão esperado momento. Miguel, de 7 anos, deixou de lado a cadeira de rodas e mergulhou nas águas salgadas. Assim como ele, as outras crianças puderam sentir a areia, a água, o som e o cheiro do mar.

“Eu não tenho palavras para descrever como é gratificante poder fazer parte da realização do sonho dessas crianças. Desde o encontro com elas na chegada à capital, quando iniciamos a escolta, estávamos todos ansiosos para ver esses sorrisos”, declarou o PRF Miranda, que esteve garantindo a segurança e mobilidade do grupo no acompanhamento com a viatura.

A professora de Educação Física Adaptada, Ana Zélia Belo, foi a idealizadora da ação. “Eu sempre sonhei em trazer essas crianças lá de Arcoverde até o mar. Me sinto agora realizada por termos juntos conseguido proporcionar esse momento de lazer, de inclusão e de dignidade”, falou Ana, destacando também a importância de tirar essas crianças da invisibilidade social.

"O contato dessas crianças com o mar não é apenas um momento de diversão, mas também de novas experiências. É a realização de sonhos, que resultará em rostos de alegria e admiração. Nossa Instituição sempre busca realizar ações que fazem a diferença e ressoam em toda a comunidade, demonstrando o poder da solidariedade e compaixão”, destaca Sérgio Murilo, diretor de Governança Social da UNINASSAU.

Sobre o Praia sem Barreiras

O projeto teve início em 2013 e funciona de sexta-feira a domingo, das 08h às 13h, sempre em dias em que a maré está baixa. Para facilitar o acesso dos usuários, é montada uma estrutura na areia com uma esteira especial que levam as pessoas até o mar, além do uso de cadeiras anfíbias. Elas possuem braços que funcionam como boias e cintos para não haver o risco de quedas. Toda a assistência é dada por estudantes de Fisioterapia, Educação Física, Enfermagem e Turismo da UNINASSAU. Todos os voluntários passam por capacitações para poder atender melhor aos usuários.