Prefeitura de Caruaru

Prefeitura de Caruaru

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

terça-feira, 5 de dezembro de 2023

FICCO/PE CUMPRE 140 MANDADOS DE PRISÃO NA OPERAÇÃO PAZ

Iniciada em setembro deste ano, a operação priorizou mandados expedidos por crimes de homicídios.

Recife/PE. A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Pernambuco (FICCO/PE), atingiu ontem (04/12) a marca de 140 mandados de prisão cumpridos dentro da Operação Paz, iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública para redução dos índices de violência urbana que teve início no mês de setembro. As investigações foram efetuadas em todo o Estado de Pernambuco e tiveram como foco principal a localização e prisão de pessoas que cometeram homicídios.

Procurados pela Justiça por envolvimento em crimes violentos como roubos, estupros, tráfico de drogas e violência doméstica também foram presos, incluindo foragidos de diversos estados da federação que se encontravam escondidos em Pernambuco. Grande parte deles tinha contra si decretos de prisão preventiva, o que tornará possível ao Judiciário dar andamento a processos que estavam parados em razão dos denunciados não serem encontrados para responderem pelos crimes.

Há mandados cumpridos que se referem a processos sem instrução por anos, gerando revolta da população e de familiares das vítimas pela falta de ação do Estado em punir os criminosos, que poderão agora responder pelos atos ilícitos. A Operação Paz contribui, assim, para a diminuição entre a população da sensação de impunidade, já que quem cometeu crimes irá efetivamente responder pelo ilícito praticado, com a efetiva aplicação da lei.

A FICCO/PE foi criada através de Acordo de Cooperação Técnica, firmado em 2022, entre a Polícia Federal, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, através das polícias Civil e Militar, a Secretaria de Ressocialização de Pernambuco, através da Polícia Penal, e a Polícia Rodoviária Federal, para atuar de forma conjunta na repressão à criminalidade violenta, conjugando esforços e a expertise de cada órgão, trabalhando em ambiente comum com compartilhamento de informações e recursos materiais e humanos.