Prefeitura de Caruaru

Prefeitura de Caruaru

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

terça-feira, 9 de janeiro de 2024

DELEGACIA DA MULHER DE CARUARU REALIZA PRISÃO DE DOIS HOMENS POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO E POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO








No manhã desta segunda-feira (08), policiais civis da 4ª Deam em conjunto com policiais civis da 3ª Deccor/Dracco, sob a coordenação do Delegado Jeová Miguel, ao darem cumprimento a Mandado de Busca e Apreensão e intimação de Medida Protetiva com Afastamento do Lar, prenderam em flagrante o investigado de violência doméstica e empresário, de 34 anos e o seu compadre, vigilante de segurança privada, de 35 anos, pelos crimes de Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Restrito e Posse Ilegal de Arma de Fogo.

Foram apreendidos pelos policiais civis uma espingarda calibre 12; um revólver calibre 38; uma pistola calibre 9 milímetros; 556 munições calibre 9 milímetros; 203 munições calibre 12; 15 carregadores de pistola 9 milímetros; dois carregadores de pistola ponto 40; além de estojos diversos, coldres e cartucheiras.

O homem de 34 anos também é investigado na Delegacia da Mulher pelos crimes de Lesão Corporal, Ameaça, Injúria e Violência Psicológica por Violência Doméstica e Familiar, crimes que eram praticados na presença de suas duas filhas menores de 3 anos e 1 ano de idade, está última especial portadora de síndrome rara, crimes que ensejaram a expedição do Mandado de Busca e a Medida Protetiva pelo Juízo da Vara de Violência contra Mulher de Caruaru.

A Chefe Setorial da Delegacia da Mulher, a Comissária Amanda Lira Santiago, disse que inicialmente a sua equipe foi dar cumprimento ao mandado judicial, localizou a casa do empresário e ao questioná-lo sobre a arma, ele disse que estaria com o seu vizinho e compadre para manutenção, os policiais viram quando o compadre chegou no veículo e ignorando a ordem de parada entrou na garagem da casa dele abruptamente, os policiais entraram junto e o abordaram, ele trabalha numa empresa de segurança privada e estava fardado, entregou a pistola do empresário que estava dentro do seu carro e confessou aos policiais que também é CAC e que a sua arma estava dentro do cofre, os policiais pediram pra ver a sua arma, ele se negou a abrir o cofre, nisso foi dado voz de prisão e a arma e o cofre foram levados para a delegacia, foi acionado um chaveiro e ao abrir o cofre foi encontrados o restante do material, ou seja, mais duas armas, carregadores e quase 800 munições.

Os autuados irão aguardar o resultado da Audiência de Custódia hoje.