POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

terça-feira, 19 de abril de 2016

POLÍCIA CIVIL ESCLARECE MORTE DO COLUNISTA SOCIAL MARCOLINO JUNIOR, QUE FOI ASSASSINADO E O CORPO ENCONTRADO EM SAIRÉ.

Os delegado Dr. Nehemias Falcão da Dinter-01, Dr. Bruno Vital da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste e Dr. Márcio Cruz da 20ª DPH, falaram das investigações.


A Polícia Civil apresentou na manhã desta terça-feira (19), durante uma coletiva de imprensa na sede da 14ª Desec em Caruaru, o resultado da investigação do assassinado do jornalista e colunista social Antonio Marcolino de Barros Junior, o Marcolino Júnior, de 46 anos, que trabalhava na TV Asa Branca em Caruaru e foi encontrado morto a facadas e por asfixia em um matagal na tarde desta segunda-feira (19), no distrito de Insurreição, zona rural de Sairé, que tinha sido visto pela última vez na tarde do sábado (16), ao almoçar com a mãe.

Davi fernando.
Rafael Leite.
Após a localização do cadáver, policiais Civis lotados na 88ª DP de Caruaru, 20ª Delegacia de Homicídios e 3ª Divisão de Homicídios, todos coordenados pelos Delegados Bruno Vital e Marcio Cruz, identificaram e prenderam na tarde desta segunda-feira, Rafael Leite da Silva, de 32 anos e o assessor pessoal da vítima, Davi Fernando Ferreira Graciano, de 22 anos, por envolvimento no crime, eles foram interrogados e autuados em flagrante, pelo Delegado Márcio Cruz em Caruaru, pelos crimes de latrocínio e ocultação de cadáver. Rafael Leite da Silva, foi preso enquanto tentava vender o carro da vítima e através dele os policiais chegaram ao Davi, que planejou o crime e encomendou a morte ao Rafael e a motivação segundo a investigação, foi patrimonial, Rafael que confessou o crime receberia R$ 1.000 para se livrar do carro e segundo o delegado provavelmente eles dividiriam o dinheiro do carro.
 
O perito criminal Dr.Carlos Henrique, disse que o resultado da investigação foi graças ao empenho de cada profissional e essa integração entre polícia investigativa e polícia científica só traz benefícios para a sociedade. Ele disse ainda que novas perícias serão realizadas, desta vez no carro da vítima para tentar localizar materiais como sêmem, saliva e sangue e tentar identificar através desse material genético a participação de mais pessoas.

O novo gestor da Dinter-01 (Diretoria Integrada do Interior-01), delegado Nehemias Falcão, falou que houve um grande empenho dos investigadores e que isso resultou nas prisões dos dois criminosos, embora se tratou de uma pessoa famosa esse mesmo empenho é empregado para apurar outros homicídios e isso reflete nos números de crimes esclarecidos na cidade que passam dos 66%, se aproximando dos números alcançados por países de primeiro mundo.


O delegado Dr. Marcio Cruz, informou que o Rafael trabalhava como assessor especial do jornalista e encomendou a morte dele ao amigo Davi que matou a vítima, apesar de ter prendido os acusados de serem os executores do crime, a Polícia Civil depende de perícias que serão realizadas no carro da vítima, um Corolla branco, que está na delegacia e as vestes da vítima foram encontradas em seu porta-malas.

O Delegado chefe da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste, Dr. Bruno Vital, falou que as investigações continuarão para identificar e prender outros envolvidos no crime, para isso é fundamental a perícia no carro da vítima, mesmo os dois acusados já tendo sido recolhidos á Penitenciária Juiz Plácido de Souza.