TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

segunda-feira, 25 de abril de 2016

VAMOS ENTENDER O ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO.



Caracteriza-se por submeter trabalhadores a humilhação, vexame e constrangimentos, de forma repetitiva e prolongada, durante a jornada de trabalho e no exercício das funções, chegando a desestabilizar o profissional, forçando-o às vezes a desistir do emprego.
A humilhação repetitiva e de longa duração interfere na vida do trabalhador e trabalhadora comprometendo sua identidade, dignidade e relações afetivas e sociais, ocasionando graves danos à saúde física e mental, que podem evoluir para a incapacidade para o trabalho, desemprego, consistindo num risco invisível, mas efetivo, nas relações de trabalho.
Normalmente o agressor escolhe o funcionário mais isolado do grupo e fragilizado, menosprezando-o e responsabilizando-o por qualquer falha ocorrida na empresa, com críticas em público, chegando a impedir o empregado a apresentar sua justificativa.
Para combatermos esse tipo de prática precisamos de informação e mobilização dos trabalhadores e patrões sejam vítimas ou testemunhas, criando um ambiente de não aceitação desta prática, buscando um ambiente saudável nas relações empregador/empregado.
Dr. Erick Lessa delegado da Polícia Civil de Pernambuco.
Quer sugerir um tema para nossa próxima crônica, interaja conosco, através do email: ericklessa04@gmail.com. Participe!!