ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

segunda-feira, 6 de novembro de 2023

FINADOS: PRF DIVULGA BALANÇO DAS AÇÕES DURANTE O FERIADÃO EM PERNAMBUCO

Mais motoristas foram flagrados cometendo infrações de trânsito e cai o número de mortes num comparativo com a operação do feriado de 12 de outubro

 




Atendendo a expectativa para o feriado de Finados, no último dia 02 de novembro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou mais uma vez muita movimentação nas rodovias federais pernambucanas durante o feriadão. A Operação Finados, lançada na quarta (1º), se encerrou neste domingo (05) e os dados mostram redução no número de mortes e ainda muitos motoristas desobedecendo às leis de trânsito.

Com reforço no efetivo e com fiscalizações mais assertivas em pontos considerados de maior probabilidade de colisões e criminalidade, a PRF registrou, durante os cinco dias de operação, 46 sinistros de trânsito, que resultaram em 58 pessoas feridas e uma morte. O sinistro fatal ocorreu na sexta (03), no km 70 da BR-101, em Recife, e vitimou um motociclista. O jovem de 21 anos conduzia a moto, perdeu o controle da direção, caiu e acabou sendo atingido por um automóvel. Na última operação, a Nossa Senhora Aparecida, realizada de 11 a 15 de outubro, a PRF registrou 45 sinistros, 53 feridos e duas mortes.

Nas abordagens durante o feriadão, a PRF observou se os condutores respeitavam cuidados básicos de segurança que preservam vidas. A instituição apostou ainda no emprego reforçado do Grupo de Motociclismo Tático para a fiscalização dos motociclistas, maiores vítimas do trânsito de acordo com dados da instituição. Pelo não uso do capacete por condutores e passageiros de motos, foram emitidos 46 autos de infração.

No ranking das infrações mais cometidas nas BRs do estado durante a Operação finados estão as ultrapassagens indevidas (140), o não uso do cinto de segurança (120), alcoolemia ao volante (30), a desobediência ao descanso obrigatório por parte dos motoristas profissionais (69) e a falta da cadeirinha (18). O excesso de velocidade merece destaque. Com reforço nesse tipo de fiscalização, a PRF chegou a flagrar com o radar fotográfico 549 motoristas dirigindo além da velocidade estabelecida pela via.

Ações educativas e de direitos humanos sensibilizaram mais de 1,3 mil motoristas e passageiros, alertando sobre o papel de cada um na segurança do trânsito. No total, cerca de 6,2 mil veículos e 6,4 mil pessoas foram fiscalizadas. Mais de 1,7 mil testes do “bafômetro” foram aplicados. A PRF registrou ainda 92 auxílios a usuários que precisaram dos agentes por problemas na viagem, a exemplo das panes mecânicas. Por diversos tipos de irregularidades, 202 veículos tiveram que ser recolhidos.