POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

quinta-feira, 9 de junho de 2016

POLÍCIA CIVIL PRENDE O SUSPEITO DE TER MATADO O JOVEM NO PÁTIO DE EVENTOS DE CARUARU.


Erivonaldo, era filho único.

Jefferson, foi preso ontem.


A Polícia Civil de Pernambuco, através da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste e da 20ª DPH, apresentou na manhã desta quinta-feira (09) durante uma coletiva de imprensa que foi realizada na sede da Delegacia Regional de Caruaru, o resultado da investigação que apura o assassinato do estudante, Erivonaldo Pereira Torres, de 20 anos, que foi assassinado na madrugada do último domingo (5) no pátio de Eventos de Caruaru.
Dr. Márcio Cruz e Dr. Bruno Vital.
Participaram da coletiva o chefe da 3ª Divisão de homicídios Dr. Bruno Vital e o chefe da 20ª DPH Dr. Márcio Cruz, que informaram que foi preso ontem, o jovem, Jefferson Barbosa da Silva, de 18 anos, mediante Mandado de Prisão Temporária, expedido pela Vara do Júri de Caruaru e que tem duração de 30 dias.

Dr. Márcio Cruz, que preside o inquérito, disse que havia 70 mil pessoas no pátio, no momento em que a vítima foi assassinada e que um adolescente foi quem entrou no local com um punhal escondido dentro do sapato e depois repassou a arma para o Jefferson e a motivação do crime foi uma rixa antiga que os moradores dos bairros Centenário e São Francisco tem com os moradores do João Mota, onde a vítima residia e antes do assassinato houve empurra, empurra entre os dois grupos e um dos colegas do Erivonaldo jogou um copo de cerveja no Jefferson, que desferiu um único golpe com o punhal no peito da vítima que morreu enquanto recebia os primeiros socorros ainda no pátio. Mesmo havendo várias evidências e testemunhas, o Jefferson prestou depoimento e negou qualquer participação no homicídio. O delegado afirmou que vai continuar investigando para conseguiu provas mais robustas e converter a prisão temporária em preventiva.


O Dr. Bruno Vital, destacou o empenho da equipe que trabalhou incansavelmente desde que soube do ocorrido e que o resultado de crimes de homicídios esclarecidos em Caruaru chega a 62%, se aproximando de países desenvolvidos como Estados Unidos e Inglaterra que tem uma média de 65% de resolutividade, muito acima da média no Brasil que fica entre 6% e 8% e isso mostra que as investigações para identificar e prender os assassinos ocorrem independentemente se o caso é ou não de repercussão.