TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

DONA MACAXEIRA

DONA MACAXEIRA

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

NORDESTE RASTREAMENTO

NORDESTE RASTREAMENTO

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

“POLÍCIA FEDERAL COM APOIO OPERACIONAL DA RECEITA FEDERAL REALIZA MAIOR APREENSÃO DE HAXIXE DOS ÚLTIMOS 10 ANOS NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES E PRENDE UMA PORTUGUESA E BRASILEIRA POR TRÁFICO INTERNACIONAL DE ENTORPECENTES”.




A Polícia Federal em Pernambuco prendeu em flagrante na madrugada de ontem do dia 12/11/2017, por volta das 1h, ELIANE APARECIDA DO PRADO, brasileira, casada, 28 anos, garçonete, natural de Cianorte/PR e residente em Rio Mouro/Portugal-(não possui antecedentes criminais) e MARTA SOFIA TOMÁS EUSÉBIO, portuguesa, casada, 35 anos, garçonete, natural de Lisboa/Portugal e residente em Estoril/Portugal-(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais ao selecionar alguns passageiros suspeitos e submeter as suas bagagens pelo aparelho de raios “x” da Receita Federal do Brasil, identificaram duas malas que continha em seu interior alguns objetos de formato retangular. Tais malas foram separadas e as suas proprietárias foram identificadas e convidadas a comparecer na sala da Polícia Federal onde após se submeter a uma entrevista prévia, começaram a ficar nervosas e a se contradizer em algumas das suas respostas (sobre o valor das passagens aéreas, qual o hotel em que iriam ficar, bem como qual o motivo da sua viagem para o Brasil).  A ação teve seu desfecho final quando os policiais federais ao procederem a abertura de sua mala vieram a descobrir 06(seis) tabletes do entorpecente que ao passar pelo exame narcoteste resultou positivo para a droga denominada “haxixe” (resina da maconha). A droga totalizou um peso bruto de 11,4Kg (onze quilos e quatrocentos) gramas. O Haxixe não é produzido no Brasil e pela forma de apresentação a droga é oriunda do oriente e norte da África. O haxixe consiste no produto extraído, em forma de resina, das flores e frutos da Maconha. No Brasil, o percentual de pessoas que consomem o haxixe é o mesmo da maconha. Porém, por ser um pouco mais forte, ele é mais consumido por quem já utiliza a maconha há algum tempo.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido toda a droga encontrada as suspeitas receberam voz de prisão em flagrante foram informadas dos seus direitos e garantias constitucionais e levadas para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuadas pela prática do crime contido no artigo 33 e 40, inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de entorpecentes) e caso sejam condenadas poderão pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.  Após a autuação, as presas realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passaram pela audiência de custódia onde foi CONFIRMADA A SUA PRISÃO PREVENTIVA para em seguida serem conduzidas para o Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, onde ficarão à disposição da Justiça Federal/PE. Além da droga também foram apreendidos cartões de embarque, passaportes, dois aparelhos celulares, além da quantia de R$ 3.700 reais.

Em seus interrogatórios ELIANE e MARTA informaram que são amigas e que receberam uma proposta de um traficante no Brasil (não deram maiores detalhes) para transportar o haxixe de Portugal para o Brasil, utilizando uma mala com fundo falso e para isso receberiam a quantia de R$ 20 mil reais cada uma quando entregasse a droga no Rio de Janeiro/RJ. Disse que ainda que aceitaram a proposta por estarem passando por problemas financeiros.

ESTATÍSTICAS DE APREENSÃO:

Esta é a 17ª apreensão de drogas neste ano de 2017 no Aeroporto dos Guararapes. Até agora foram realizadas 22 (vinte e duas) prisões (doze homens e dez mulheres) e apreensão de 45,9Kg de cocaína, 43Kg de Skunk, 22,8Kg de Haxixe e 10,4Kg de metanfetamina e 30 quilos de maconha.


Em 2016 foram realizadas 14 apreensões com 14 pessoas presas (9 homens e 5 mulheres) e apreensão de 26Kg de haxixe, 13.7Kg de cocaína, 6,1Kg de metanfetamina, 25,1Kg de Ecstasy (cerca de 75.800 (setenta e cinco mil e oitocentos comprimidos) e 56 aparelhos celulares Iphone7.  Em 2015 houve apenas uma apreensão de drogas no Aeroporto dos Guararapes-Gilberto Freyre com duas pessoas presas (2 mulheres) com 10,6Kg de cocaína.