AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

quinta-feira, 19 de abril de 2018

POLÍCIA CIVIL FECHA O INQUÉRITO DO CASO DO CASAL QUE MORREU ATROPELADO EM CARUARU E SOLICITOU



A 20ª Delegacia de Homicídios de Caruaru, fechou nesta quarta-feira (18) o Inquérito Policial que apura a morte do casal, Adelma Alaíde da Silva, de 29 anos e Rogério José Santos da Silva, de 31 anos, que foram mortos na noite do dia 19 de março deste ano, na alça entre a BR 232 e a Avenida Jaboatão, ao lado da UPA Estadual. Eles estavam voltando do trabalho numa moto Biz, saíam da alça para pegar a Avenida Jaboatão e quando pararam a moto foram atropelados por um veículo Golf branco, que ainda arrastou o Rogério por quase meio quilômetro. Eles chegaram a ser socorridos, mas faleceram após dar entrada no HRA.

O delegado de caso, Dr. Márcio George, informou que inicialmente o caso estava sendo tratado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, porém com as imagens obtidas não tem dúvida que houve uma sequência de fatores que culminaram com a morte do casal, como embriaguês ao volante, o fato do motorista ter pego a contra mão e ainda em alta velocidade e por ter arrastado o Rogério, que ficou preso embaixo do carro, por quase meio quilômetro, apesar de ter sido avisado e percorrido todo esse trajeto ainda fugiu sem solicitar o socorro as vítimas e só se apresentou a delegacia três dias após e disse que só falava em juízo. Pelo esboço o delegado disse que classificou o caso como duplo assassinato e que solicitou o Mandado de Prisão Preventiva do acusado, José Aurélio Santos de Meira, de 36 anos, mas isso dependerá da justiça.


O carro do imputado, um Golf branco, foi abandonado no dia posterior ao fato, nas imediações da Ponte Nova e foi apreendido pela Polícia Civil que solicitou uma perícia que foi feita pelo Instituto de Criminalística–IC e o veículo continua em poder da Polícia Civil.