TEFNET

TEFNET

AGRICENTER

AGRICENTER

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

ASSALTANTE QUE FOI BALEADO NUMA TROCA DE TIROS DURANTE UMA TENTATIVA DE ASSALTO AO POSTO DE COMBUSTÍVEL DE SAIRÉ E QUE RESULTOU NA MORTE DE UM VIGILANTE, RECEBEU ALTA MÉDICA DO HOSPITAL PARA SER APRESENTADO Á JUSTIÇA.




Os comissários Moura e Neto da delegacia de Sairé, receberam a informação de que, José William da Silva, de 20 anos, que mora no bairro Área Verde em Gravatá, receberia alta médica na manhã desta quinta-feira (26) do Hospital da Restauração no Recife, onde estava internado sob custódia policial.

De acordo com a Polícia Civil, no final da noite da última segunda-feira (24) ele foi atingido com um tiro transfixante no abdome, ao tentar assaltar um posto de combustível no povoado Insurreição, que fica as margens da BR 232 e apesar de ficar entre Gravatá e Bezerros, pertence a zona rural de Sairé. O criminoso foi socorrido pelos próprios comparsas e foi levado ao hospital de Gravatá.
Jorge da Silva, tinha 31 anos.
Segundo testemunhas, os criminosos chegaram em um veículo Fiat Siena branco, balearam o vigilante do estabelecimento, Jorge da Silva Tenório, de 31 anos, que foi atingido na perna e no ombro e faleceu na tarde da terça no Hospital Regional do Agreste em Caruaru. Ele era solteiro e morava no bairro Cohab em Bezerros. Ele deixou uma filha de dez anos, era irmão do Vereador Zeca de Sairé e cunhado do repórter policial Roberto Silva da Rádio Bezerros FM e do Blog Blitz nas Ruas.

O acusado prestou depoimento na delegacia de Sairé, onde negou participação no latrocínio e falou que foi baleado numa tentativa de assalto que sofreu naquela noite, porém ele foi reconhecido pelos funcionários do posto de combustível ainda naquela noite, pois os policiais da 5ª CIPM de Gravatá que foram apurar o fato dele ter dado entrada no hospital de Gravatá, tiraram a sua foto e mostraram para os funcionários do posto que não tiveram nenhuma dúvida e o plantão de Bezerros solicitou a sua custódia pela Polícia Militar que o manteve custodiado no hospital de Gravatá e no HR do Recife.


O acusado que nunca havia sido preso, será apresentado agora a tarde na Audiência de Custódia que decidirá se ele será liberado ou recolhido ao presídio de Caruaru.