TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

DONA MACAXEIRA

DONA MACAXEIRA

AGRESTE CENTRAL PERNAMBUCO

NORDESTE RASTREAMENTO

NORDESTE RASTREAMENTO

domingo, 17 de setembro de 2017

BANDIDOS BOTARAM O TERROR EM CARUARU, FUGINDO DA POLÍCIA ATROPELARAM SOCORRISTAS DO SAMU, TROCARAM TIROS COM A PM E O JORNALISTA ALEXANDRE FARIAS FOI ATINGIDO NA CABEÇA COM UMA BALA PERDIDA







Na noite deste sábado (17) entre quatro e cinco bandidos assaltaram uma família no bairro Indianópolis, fizeram a família refém, levaram um veículo Corolla e no Alto do Moura atropelaram o condutor do Samu, Valderi Antonio do Nascimento, de 47 anos, a socorrista, Josimere do Nascimento, de 36 anos, a jovem que estava sendo socorrida por eles, Letícia Gabriele da Silva, de 16 anos, que sofreu um acidente com moto e numa troca de tiros com a PM foi atingido com um tiro na cabeça o jornalista Carlos Alexandre Farias da Silva, o Alexandre Farias, que apresenta o ABTV 2ª edição na TV Asa Branca. Todos foram socorridos por outras equipes do Samu e levados ao Hospital Regional do Agreste. O Alexandre foi transferido ainda ontem a noite para o Hospital da Unimed.

O comandante do 4º BPM Tenente-Coronel Ely Jobson, informou que Central de Rádio do 4º BPM foi informada e repassou a informação via rádio as guarnições que estavam fazendo o patrulhamento pela cidade, nisso ocorreu um acidente com moto na avenida principal do bairro Alto do Moura e a guarnição da área visualizou que o Corolla que havia sido roubado minutos antes e os policiais desceram da viatura para abordarem os suspeitos, nisso eles estavam com o carro ligado e arrancaram abruptamente, começaram a atirar nos PMs e mesmo a via estando interditada devido ao acidente de trânsito, os marginais atropelaram a vítima e os socorristas do Samu e um dos disparos atingiu o jornalista na cabeça. Eles conseguiram fugir e caíram num buraco no Sítio Taquara de Baixo, onde capotaram o carro e conseguiram se evadir se embrenhando a pé pelo matagal.

O delegado Bruno Vital, disse que todas as armas dos policiais envolvidos na ocorrência, foram entregues pela Polícia Militar, que serão periciadas pelo IC, mas pelas imagens fornecidas até o momento e pela posição geográfica, há um forte indício de que o jornalista que estava dentro do seu carro, aguardando a liberação da via, ele foi atingido por um tiro efetuado pelos marginais. O delegado informou ainda que outras imagens estão sendo solicitadas, mas todo esse material está sendo mantido sob sigilo.


A repórter Ana Rebeca Passos, que trabalha com o jornalista Alexandre Farias, informou que o colega apresentou o ABTV 2ª edição, deixou a TV Asa Branca, passou em um supermercado onde jantou e quando estava indo para a sua casa no Alto do Moura foi vítima dessa catástrofe.

O médico neurologista Dr. Ronaldo Menezes, foi quem operou o jornalista, ele disse que a cirurgia durou quatro horas, que o projétil não foi retirado, mas afirmou não ser necessário e confirmou que a vítima teve perda de massa encefálica, no entanto não pode adiantar se ele ficará ou não com alguma seqüela e que o projétil entrou pelo olho direito, mas não precisou se o jornalista pode terder a visão do olho. Disse que ele está na UTI e pelos próximos quatro dias está sendo mantido em coma induzido.


O diretor técnico do Samu Agreste, Dr. Vinícius Sales, lamentou o ocorrido e destacou a atuação dos paramédicos, que colocaram os cones, para garantir a integridade física deles e que a jovem que estava recebendo atendimento médico só não morreu porque num ato heróico o condutor Valderi ao perceber a aproximação do carro dos marginais arrastou a maca com a jovem em cima que se ficasse no local teria sido atingida em cheio pelos meliantes. 

O Valderi já recebeu alta médica, enquanto que a Josimere teve fratura em uma das pernas e a Letícia também teve fratura e ambas continuam internadas no HRA.