AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

LENO PEÇAS

LENO PEÇAS

sexta-feira, 9 de março de 2018

FOI INAUGURADA NESTA SEXTA A 1ª BIBLIOTECA DA PENITENCIÁRIA JUIZ PLÁCIDO DE SOUZA EM CARUARU



 



Foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (09), a 1ª biblioteca da Penitenciária Juiz Plácido de Souza em Caruaru, participaram da solenidade várias autoridades como o Secretário Executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues; o Promotor de Justiça da 3ª Vara de Execuções Penais Dr. Ronaldo Lira; O Diretor da GRE Flávio Carlos; o Diretor da Unidade Prisional Paulão e o Advogado Criminalista Dr. Daniel Paixão que estava representado a Asces-Unita. Os convidados ficaram encantados com o que viram e afirmaram isso ao diretor.

A biblioteca que tem um tamanho de 24 metros quadrados é climatizada e conta com 487 títulos que foram doados pelo Conselho Nacional de Justiça e foi construída com mão de obra carcerária e fará parte do Projeto de Remissão por Leitura, que diminuirá o tamanho da pena dos reeducandos, além de incentivá-los a leitura e para aqueles que são analfabetos terão a oportunidade de serem alfabetizados, pois a unidade conta com duas salas de aulas e esses detentos poderão ser beneficiados com o projeto posteriormente.

O Secretário Executivo de Resocialização Cícero Rodrigues, disse que a idéia agora é implantar programas de ressocialização como esse em outras unidades prisionais e pretende implantar isso nos presídios de Santa Cruz do Capibaribe e Tacaimbó e para que isso seja viabilizado o Estado está em busca de parceiros, em relação á Penitenciária Juiz Plácido de Souza, falou que a unidade passará por novas adequações para ganhar novos espaços e isso ocorrerá em breve.



O Diretor da Unidade Paulão, falou da satisfação da Penitenciária Juiz Plácido de Souza está sendo considerada um modelo para o sistema prisional do Estado e ressaltou que tudo isso se deve aos parceiros e principalmente a sua equipe de agentes penitenciários e agregados de outras instituições que não medem esforços para que o reeducando tenha uma nova chance quando foi reintegrado a sociedade.