PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ECO MEMORIAL

ECO MEMORIAL

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022

COLUNA DO DELEGADO LESSA

 


Justiça pelos conselheiros tutelares de Poção

A pacata cidade de Poção, no agreste pernambucano, ainda vive com o temor e as lembranças de um crime bárbaro. Em 06 de fevereiro de 2015, três conselheiros tutelares e uma mulher de 62 anos foram assassinados de forma cruel e bárbara. Os conselheiros eram Carmem Lúcia da Silva, de 38 anos, José Daniel Farias Monteiro, de 31, e Lindenberg Nóbrega de Vasconcelos, de 54. As vítimas estavam em um carro do Conselho Tutelar do município, com uma menina de apenas 03 anos de idade, a única sobrevivente da chacina.

Como delegado, fui designado para presidir esta investigação, que foi a mais marcante de minha história. Foi realizada uma força-tarefa e o inquérito foi concluído em 80 dias. Os criminosos estão presos desde aquele ano, mas a Justiça ainda não levou os malfeitores a júri popular. Nossa cobrança é que esse julgamento aconteça, para que o fato seja avaliado pela sociedade, de acordo com os instrumentos do direito penal brasileiro.

Solidarizo-me com a dor e o sentimento das famílias das vítimas, que há sete anos esperam pelo julgamento do caso. Essa tragédia não pode cair no esquecimento, até para evitar que episódios assim voltem a acontecer.

Foi com esse intuito que o estado de Pernambuco instituiu a data de 06 de fevereiro como Dia Estadual de Mobilização e Fortalecimento dos Conselhos Tutelares, preservando a memória das vítimas e construindo medidas de proteção para esses profissionais, que vivem expostos à violência para garantir os direitos da criança e do adolescente. Para que tenhamos um futuro mais justo e seguro, essa luta deve ser constante e unir os diversos setores da sociedade.