AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

terça-feira, 26 de julho de 2022

PRF EM PE PROMOVE CAMPANHA DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS

Ações educativas foram realizadas neste final de semana com foco no público do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG)




Mais de 1 milhão de pessoas. Esta é expectativa de público para a 30ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Aproveitando que parte desse público circula pela BR-423, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) vem promovendo ações educativas e de sensibilização para algumas questões sociais importantes.

O enfrentamento ao tráfico de pessoas foi o tema principal das abordagens educativas realizadas entre os dias 22 e 24 de julho, no km 93, da BR-423. As ações integram ainda os esforços da Campanha Coração Azul, uma iniciativa de conscientização para a luta contra o tráfico de pessoas e seu impacto na sociedade, buscando encorajar a participação em massa e servir de inspiração para medidas que ajudem a acabar com esse tipo de crime.

Cerca de 440 pessoas, entre eles motoristas, passageiros e ocupantes de coletivos, puderam por meio de palestras e panfletos informativos entender como se configura o crime de tráfico de pessoas e de que forma elas podem colaborar e denunciar. Além dessa temática, as orientações sobre boas condutas no trânsito não ficaram de fora, é claro.

Na noite do último sábado (23), no intervalo entre os shows do palco principal do FIG, a PRF teve a oportunidade de falar para as mais de 50 mil pessoas que lotavam o evento - o maior público de todos os festivais. Foi um momento de mostrar o trabalho que a instituição está desenvolvendo e deixar sua mensagem de conscientização coletiva sobre a temática e a importância da denúncia.

Nessa iniciativa, a PRF conta com a parceria do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado – SDS e da Secretaria de Assistência Social, Conselho Tutelar e NEVIGA da cidade de Garanhuns. As ações educativas tiveram início do dia 22/07 e seguem até esta segunda (25).

Até agora, as orientações da PRF atingiram 50.471. É importante que a população tenha conhecimento desse tipo de crime para que possa denunciar, através dos números Disque 100 (Disque Direitos Humanos), Disque 180 (Central de Atendimento a Mulher), Disque Denúncia da Região (3425.9595) ou Disque 191 (Polícia Rodoviária Federal).